MP denuncia três por tortura contra menino trancado em barril

O pai, a madrasta e a meia-irmã do menino encontrado trancado dentro de um barril no mês passado, em Campinas, no interior de São Paulo, foram denunciados pelo crime de tortura pelo Ministério Público (MP). Os três estão presos.

Caso a ação seja aceita pela Justiça, o responsável pela criança ainda pode responder por abandono intelectual, já que a vítima não estava matriculada em uma escola.

Após ser resgatado pela PM, o garoto, de 11 anos, foi socorrido a um hospital. Após deixar a unidade médica, o menino foi encaminhado a um abrigo.

O caso

O crime foi descoberto pelos agentes após uma denúncia anônima. O resgate foi feito no dia 30 de janeiro. Ao chegarem no local, os policiais se depararam com o jovem nu, preso dentro de um tambor, com a cintura, os pés e as mãos amarradas. O garoto era mantido acorrentado há cerca de um mês.

A criança morava com o pai, a madrasta e a meia-irmã. Em depoimento à polícia, o homem tentou justificar o crime, falando que o menino era “agressivo” e já havia tentado fugir da residência por diversas vezes.

Ainda no mês passado, a casa foi invadida e depredada por vizinhos. O principal cômodo destruído foi a cozinha, onde foi encontrada grande quantidade de comida.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password