Médica votuporanguense fala sobre o mal do século: DEPRESSÃO:

DEPRESSÃO OU “MELANCOLIA” DE FIM DE ANO?!

O Fim de Ano mais uma vez se aproxima, o Espírito Natalino toma conta dos corações, as famílias se reúnem, confraternizações acontecem e, para muitos, essa é vista como “a melhor época do ano”. Para muitos, mas não todos! Ouso dizer que isso acontece com uma frequência maior do que se imagina.

Muitas pessoas não conseguem entrar no “Espírito Natalino” e não sentem a mesma alegria com a chegada dessa época. O período de Natal, Ano Novo, confraternizações de final de ano são temidos por alguns, esses se sentem mais depressivos, ansiosos, frustrados e essa época pode ficar marcada por um sofrimento emocional.

Esse estado emocional está relacionado ao balanço pessoal que se faz nessa fase, do quanto conseguiu avançar em suas metas e concluir objetivos; mas também do medo e ansiedade sobre o que vai ou o que não vai acontecer no próximo ano; para outros é um momento de retrospectiva que traz recordações e memórias de festas, acontecimentos que ocorreram na companhia de familiares ou amigos que se foram e hoje deixam saudades.

Um fator que pode agravar esse sentimento de angustia, esgotamento, insatisfação, tristeza e aumentar ainda mais o estresse é a questão financeira, já que é comum aumentar os gastos com presentes, roupas e confraternizações.

Apesar de ser uma mistura de sentimentos e emoções, que podem deixar o indivíduo “para baixo”, sem vontade alguma de comemorar ou brindar esse momento, não podemos dizer que se trata de um Transtorno Depressivo em si. Esse estado tende a melhorar com a chegada do novo ano e com a volta da rotina. Caso isso não aconteça, oriento buscar ajuda profissional.

Aos que sentem essa dificuldade de lidar com o Fim do Ano, o meu recado é para que aceitem o sentimento que vier, não se sintam na obrigação de estarem felizes e alegres por se tratar de uma época festiva! Respeite seus sentimentos e se dê a oportunidade de ficar mais reservado, canalize de uma forma positiva para uma reflexão e mergulho interior, transforme a frustração em motivação, mude o que for necessário e valorize seu empenho, mesmo que não tenha atingido 100% do desejado.

Um novo ano esta chegando, cheio de novas oportunidades! Comece o ano se observando e se amando mais, isso com certeza fará toda a diferença e vai ajudar a superar esse momento!

UM FELIZ NATAL E UM ANO DE 2020 COM MUITO AMOR NO CORAÇÃO A TODOS!
Dra. Ludymilla Araki – CRM-SP: 163696
Consultório: Rua Minas Gerais, número 3875 – Patrimônio Novo Votuporanga:
Telefone: (17) 3046 8414
Whats app: (17) 98145 4261

0 Comentários

Deixe um Comentário

cinco × cinco =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password