Mais perigosas do que parecem, varizes não afetam só mulheres 

Problema também acomete 30% dos homens e pode ter consequências sérias para a saúde, como embolia pulmonar. 

Apesar de receber maior atenção das mulheres, o aparecimento de varizes nas pernas é um problema que também afeta 30% dos homens e vai além da estética. A condição acomete todos aqueles que trabalham muitas horas de pé ou sentados, e independe de gênero. É o que afirma Marcelo Calil Burihan, presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular Regional de São Paulo. 

“Pessoas que carregam muito peso ou ficam paradas muito tempo tendem a dilatar as veias nas pernas e nos braços. Essas veias dilatadas e muito tortuosas podem levar a um processo inflamatório e acumulo de coágulos”. 

Segundo o profissional, é no aparecimento de coágulos que está o perigo das varizes. “Se isso acontece na veia safena, pode correr o risco desse coágulo gerar uma trombose venosa profunda. Se o coágulo se desprende pelas veias do membro inferior e sobe para o pulmão, pode levar a uma embolia pulmonar”, explica Burihan 

Outro fato complicador das varizes é o desenvolvimento de alterações de pele, que podem levar a quadros alérgicos, como eczemas, e infecciosos, como as erisipelas ou formação de úlceras varicosas. “Apesar de [úlceras varicosas] serem mais frequentes em mulheres, elas também acometem os homens, dependendo do tipo de ocupação: carregadores, seguranças e até mesmo quem trabalha em escritório pode desenvolver o quadro.” 

Segundo o especialista, o aparecimento das varizes pode ser evitado com exercícios físicos para estimular a circulação, uso de meias compressoras durante o horário de expediente e medicações para melhorar o quadro circulatório, de acordo com a prescrição médica.  

FONTE: Informações | R7 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password