Justiça condena dupla acusada de homicídio em Votuporanga 

Danilo Ratier da Silva e Carlos Augusto da Rocha Ruiz foram condenados a 16 e 15 anos de prisão, respectivamente, pela morte de “Motoca”, no bairro Pró-povo, em junho do ano passado. 

Nesta sexta-feira (6), o Conselho de Sentença julgou e condenou Danilo Ratier da Silva e Carlos Augusto da Rocha Ruiz, acusados de assassinarem à tiros, Israel Elton dos Reis Morais – conhecido popularmente como “Motoca”  em junho de 2018, na zona norte de Votuporanga/SP. 

O Tribunal do Júri teve início às 9h e terminou por volta das 19h30, quando a sentença terminou de ser redigida no Fórum da Comarca local, sob a presidência do juiz de Direito, Meritíssimo Jorge Canil. 

Durante a leitura da sentença, Canil afirmou que o Conselho de Sentença decidiu de forma idêntica para ambos os acusados, reconhecendo a materialidade, a letalidade e a autoria, afastando a absolvição e acolhendo o motivo fútil, rejeitada a outra qualificadora. 

Ainda segundo a sentença aplicada, os dois possuíam condenações definitivas por tráfico de drogas, embora Carlos seja tecnicamente primário. “Aproveitaram-se da condição vulnerável da vítima e da companheira dela, executando o crime.” 

Durante a leitura, o juiz ainda ressaltou que pelo o que se apurou e foi reconhecido pelo Conselho, cuidou-se da verdadeira execução motivada por dívida contraída pela vítima.  

Desta forma, Canil condenou Carlos e Danilo. “Aplico-lhes a pena final de 15 anos de reclusão para Carlos e de 16 anos de reclusão para
Danilo, a ser cumprida em regime inicial fechado, sem direito de apelar em liberdade, porque se trata de crime hediondo”, concluiu. 

Das partes 

Do Ministério Público, o Promotor de Justiça encarregado do caso preferiu não comentar a aplicação da sentença. 

A defesa salientou que recorrerá da decisão, pois não concorda com a pena imposta neste julgamento. 

Relembre o caso 

O crime ocorreu na madrugada do dia 16 de junho de 2018, no cruzamento das Ruas Rio Araguaia com a Paulo Moreti, no bairro Pró-Povo. 

De acordo com o apurado à época, a Policia Militar foi acionada após populares escutarem disparos de arma de fogo, no local, a equipe constatou que à vítima havia sido alvejada por tiros; em seguida os policiais foram informados pela companheira de “Motoca” que eles estavam na esquina, quando dois indivíduos se aproximaram em uma motocicleta e o passageiro desceu e efetuou dois disparos.  

Já atingida, a vítima teria caído ao solo, quando o atirador se aproximando disparou mais três ou quatro tiros. Em seguida, os criminosos fugiram rapidamente.  

Unidades do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) fizeram o socorro da vítima, que não resistiu aos ferimentos e faleceu na Santa Casa de Votuporanga. 

A dupla foi presa e desde então permanece à disposição da Justiça.  

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password