“IX Feira de Imposto” da Unifev analisa reflexo tributário nos produtos

Alunos do 1º período de Administração e Ciências Contábeis exibiram os valores dos impostos que incidem sobre produtos comercializados no país

Alunos do primeiro período dos cursos de Administração e Ciências Contábeis da Unifev realizaram quarta-feira (22/5) a “IX Feira de Imposto”, na Cidade Universitária, para analisar e demonstrar o impacto real dos tributos no preço final dos produtos. Através de uma exposição interativa, foi exibida a carga tributária incidente sobre diversos itens comercializados no Brasil, inclusive os importados.

Os estudantes se dividiram em grupos e montaram 10 estandes simulando empresas fictícias, cada uma representando um segmento específico: produtos alimentícios, eletrônicos, vestuário, artigos de beleza e higiene, instrumentos musicais, materiais de construção, papelaria, farmácia, sapatos e acessórios e itens diversos.

A docente dos cursos, Profa. Ma. Marisa Aparecida Ferreira, organizadora da feira, esclareceu que o objetivo principal foi demonstrar a influência dos impostos no valor final de tudo o que é comercializado no país. “Após pesquisas aprofundadas, os discentes hoje apresentaram o preço final do produto que pagamos, com todos os impostos embutidos, em comparação com o valor que custaria se esses tributos não existissem”, ressaltou a professora.

O Prof. Esp. Alexandre Venâncio de Lima, que também foi responsável pela atividade, explicou que o foco foi apresentar a tributação incidente sobre os produtos de consumo. “São itens que consumimos diariamente, como os encontrados em mercados e lojas, e os que mais impactam nossas vidas financeiras. Compreender a tributação desses bens é essencial para que a sociedade e os alunos possam usufruir dos serviços públicos de forma mais eficiente. A carga tributária brasileira é alta, tornando esses produtos mais onerosos, impactando no bolso de todos”.

O grupo da aluna Elaine Gregório demonstrou como os impostos encarecem as mercadorias para o consumidor final. “Nossa loja apresentou produtos do mercado, principalmente aqueles que encontramos na cesta básica, que são os que mais impactam nas famílias brasileiras. No caso do feijão, por exemplo, os tributos totais representam 31%. O preço dele é R$ 18,40 e sem essa carga tributária, custaria R$ 12,61”. Outra amostra do montante cobrado pelos governos foi apresentada pelo grupo do aluno Breno Chimelli. “No setor de calçados, quase 30% do valor de um par de sapatos é composto por impostos, tanto estaduais quando federais”.

A coordenadora dos cursos, Profa. Ma. Lilian Beraldo Sanches Rodrigues, informou que como preparação para a feira todos esses valores foram apurados através de pesquisas de campo para a coleta e análise de valores dos produtos e impostos. “O evento novamente foi um sucesso e uma oportunidade para os alunos desenvolverem habilidades como pesquisa, organização, comunicação e trabalho em equipe”.

O reitor da Unifev, Prof. Dr. Osvaldo Gastaldon, enalteceu a iniciativa. Na sua avaliação, a Feira de Imposto serviu como um importante espaço de aprendizado e reflexão sobre a relação entre os cidadãos e o Estado. “São tributos que estão presentes na nossa vida. Qualquer coisa que compramos, eles estão embutidos. Ao entender como eles impactam nossos bolsos, os participantes poderão se tornar consumidores mais conscientes e cobrar dos governos a melhor destinação para todos esses recursos que são amealhados através dessa contribuição”, finalizou.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mimPerdeu sua senha?

Lost Password