Incêndio em canavial mata 11 adolescentes venezuelanos que caçavam coelhos para ter o que comer

“Havia um vento forte que mudou a direção das chamas e eles ficaram cercados pelo fogo”, disse Douglas Rico, diretor da polícia forense na Venezuela.

Pelo menos 11 jovens venezuelanos morreram em um incêndio em um campo de cana onde caçavam coelhos, enquanto tentavam encontrar comida em meio à escassez generalizada, informaram autoridades e moradores do Oeste de Aragua na sexta-feira (24).

O incêndio começou na tarde de quinta-feira (23) no distrito rural de Cagua, nos arredores da cidade de Maracay, segundo Douglas Rico, diretor da polícia forense na Venezuela. Rico disse que as autoridades estão investigando se o incêndio foi acidental ou provocado.

“Havia um vento forte que mudou a direção das chamas e eles ficaram cercados pelo fogo”, disse Rico na TV estatal.

O governador de Aragua, Rodolfo Marco, disse em entrevista coletiva que os jovens, todos com idades entre 10 e 18 anos, morreram de queimaduras de segundo e terceiro graus.

As vítimas foram identificadas como:

  • Yonaiker González, 15 anos
  • Erickson Plaza, 14 anos
  • Renny Carrasquel, 15 anos
  • Danger Marcano, 13 anos
  • Onier Rangel, 18 anos
  • José Rangel, 18 anos
  • Júnior Figuera, 10 anos
  • Jackson Rivas, 13 anos
  • Josué Salazar, 12 anos

Dois outros, Gregorio Carrasquel e Kevin Rodríguez, ambos de 11 anos, permaneciam hospitalizados.

Os agricultores costumam queimar canaviais na região nesta época do ano durante a colheita, disseram autoridades, e os habitantes locais tentam capturar animais quando saem da vegetação rasteira para escapar das chamas.

A economia da Venezuela entrou em colapso nos últimos cinco anos, com os preços disparando diariamente devido à hiperinflação, e muitas pessoas lutam para suprir as necessidades básicas, como alimentos e medicamentos.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password