IFSP entrega mais 300 protetores faciais para Santa Casa

Equipamentos serão utilizados pelos profissionais do Hospital no combate da COVID-19; iniciativa é do Núcleo de Pesquisa e Ensino em Microfabricação (NUPEM).

Responsabilidade social. Solidariedade. União. São algumas das características do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia São Paulo (IFSP) Câmpus Votuporanga. Com a pandemia do Coronavírus (COVID-19), a escola ministrou uma das aulas mais importantes: o senso de comunidade e de empatia.

Nesta semana, o pesquisador e professor Cleiton Lazaro Fazolo de Assis entregou mais 300 protetores faciais para a Santa Casa de Votuporanga, referência para toda a região. Esta é a segunda remessa para o Hospital, colaborando no combate ao novo vírus e na segurança dos profissionais de saúde. A primeira doação, de 200 itens, foi confeccionada exclusivamente pelo Núcleo de Pesquisa e Ensino em Microfabricação (NUPEM).

Desta vez, o NUPEM contou com a parceria com a Universidade Federal do ABC (UFABC) e com a Unicamp. “Essas 300 peças foram fabricadas por injeção de plástico em molde metálico. Tivemos dificuldades em conseguir o PVC para a viseira transparente, mas a reitoria do IFSP comprou o material”, contou o professor Cleiton.

A força-tarefa não parou por aí. “Os alunos do grupo de pesquisa e alguns servidores do Instituto nos auxiliaram na montagem e embalagem dos equipamentos de proteção individual (EPIs). Fizemos uma vaquinha entre nós mesmos para adquirir os elásticos que sustentam os protetores. Esse esforço e a ajuda de nossos parceiros institucionais tornaram essa contribuição uma realidade”, complementou.

O professor ressaltou a importância do projeto. “O meu sentimento, e também o de toda a equipe, é saber que conseguimos colaborar com a sociedade e, de alguma forma, proteger aqueles que estão na linha de frente do combate à essa pandemia. Unimos conhecimentos e forças em prol de uma causa importante e sentimos muito orgulho por isso”, afirmou Cleiton.

A unidade já confeccionou 5.266 protetores, inclusive para Iturama e Aparecida do Taboado. O diretor-geral do Câmpus Votuporanga, Marcos Amorielle Furini, explicou sobre a iniciativa. “Em todo o Estado de São Paulo, estamos desde março com diversas ações, produzindo protetores faciais, álcool em gel, máscaras de TNT, além de reparação e conserto de respiradores, válvulas e itens hospitalares. Quando as aulas estavam suspensas, as atividades de ensino, pesquisa e extensão se dedicavam a auxiliar as entidades, iniciativa que permanece até hoje mesmo com o retorno do cronograma letivo”, disse.

O provedor da Santa Casa de Votuporanga, Luiz Fernando Góes Liévana, agradeceu o IFSP. “É um grande parceiro. A pandemia nos aproximou ainda mais, evidenciando os projetos do bem e que visam colaborar com a comunidade. Agradecemos imensamente em nome de todos os profissionais da linha de frente, que ficarão protegidos e seguros com os equipamentos”, finalizou.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password