Homem processa protetor de animais e perde em Votuporanga 

Indivíduo pediu R$ 30 mil em indenização, alegando que as imagens de seus cachorros postadas em uma rede social teriam causado abalo a sua honra; Chandely foi inocentado e o autor do processo tem de pagar o custo da ação. 

Um morador de Votuporanga/SP recorreu à Justiça e processou o protetor de animais e vereador Chandely Protetor, pedindo R$ 30 mil em indenização, alegando que Chandely teria fotografado seus cachorros e postado em uma rede social. 

De acordo com informações, o protetor foi até a casa do homem após denúncia de maus-tratos aos animais. Após registrar fotos da situação, o vereador divulgou as fotos em seus perfis com um pedido de ajuda. 

Na ação, o dono dos animais alegou que a publicação trouxe grande abalo a sua honra e, etc. Porém, ao apreciar o caso, o juiz escreveu que não houve referência nenhuma ao homem, ou seja, nem ele nem outros dados foram citados, apenas os referidos animais foram mostrados, o que o dever do protetor. 

Desta forma, o protetor foi inocentado. O autor do processo tem de pagar o custo do processo. 

FONTE: Informações | VotuporangaTudo 

0 Comentários

    Deixe um Comentário

    1 × um =

    Login

    Bem vindo! Faça login na sua conta

    Lembre de mim Perdeu sua senha?

    Lost Password