Homem leva companheira esfaqueada até posto de saúde e foge; vítima morreu durante atendimento médico 

De acordo com informações, companheiro deixou a mulher para atendimento na UPA, em São José do Rio Preto/SP e disse ao médico que a esfaqueou no abdômen depois de uma discussão.

Ontem (1º), um homem fugiu depois de deixar a companheira esfaqueada na UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) Tangará, em São José do Rio Preto/SP. A vítima, de 51 anos, morreu. 

Segundo a polícia, o marido Júlio Cesar Borges, confessou ao médico da unidade que esfaqueou a mulher, Valéria Cristina Signorini de Mello, após uma discussão. De acordo com essas informações, o homem deixou a vítima para atendimento e disse para o médico responsável que deu a facada no abdômen dela. 

Após isso, ele deixou a unidade de pronto-atendimento. Uma guarda municipal que estava no local foi acionada, mas ele não foi encontrado. No local há câmeras de segurança que devem ajudar a investigação da polícia. 

Por causa da gravidade do ferimento, a vítima foi levada para o Hospital de Base, mas não resistiu. O corpo foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) e será liberado para a família. O suspeito ainda não foi encontrado. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

dezessete − cinco =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password