Homem entra em lanchonete fingindo assalto e morre baleado por policial militar à paisana em Cosmópolis

Segundo a polícia, vítima teria apontado simulacro de arma para policial quando foi atingido. Servidor público já era conhecido no local por fazer essa brincadeira. Ele foi baleado três vezes e morreu no local.

Na noite de sábado (28), um servidor público morreu baleado por um policial militar à paisana em uma lanchonete em Cosmópolis/SP. Segundo a Polícia Civil, a vítima teria entrado no local anunciando um assalto de brincadeira e foi atingida com três tiros. Um simulacro de arma foi apreendido. Ronaldo Lopes de Lima, de 45 anos, morreu no local.

Segundo o boletim de ocorrência, a polícia foi acionada por volta de 20h para atender uma ocorrência de roubo. No local, o policial militar relatou que estava de folga lanchando com familiares quando o homem entrou e se dirigiu a ele anunciando um assalto, “aos gritos”, pedindo dinheiro e depois circulou pela lanchonete falando “perdeu, perdeu”.

Em seguida, o militar se levantou e anunciou que era policial, pedindo que a vítima largasse a arma, mas neste momento, ele teria se virado e apontado o objeto para ele. O policial, então, disparou três vezes contra a vítima.

Ainda de acordo com o documento, o policial seguiu o protocolo e retirou a arma da vítima, e então, neste momento, percebeu que era um simulacro.

O PM ainda teria saído à rua em busca de outros suspeitos do roubo, mas não encontrou ninguém. Em seguida, a Polícia Militar foi acionada.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password