Há dez anos à frente da Casa de Apoio aos pacientes com câncer, Ilsa é homenageada pela Câmara

Há dez anos, Votuporanga oferece um casa de repouso aos pacientes que recebem atendimento médico no Hospital do Amor de Barretos.

A Casa de Apoio aos pacientes com câncer é mantida pela Prefeitura de Votuporanga, através do Fundo Social de Solidariedade – FSS. Neste período todo, uma servidora municipal é quem cuida e mantém os serviços da casa de repouso com carinho e atenção aos pacientes.

A servidora Ilsa Pontes da Encarnação é a responsável pelos serviços da casa de repouso e o atendimento diário aos pacientes.

Na noite desta segunda-feira, dia 10, a Câmara Municipal de Votuporanga prestou justa homenagem a servidora com o título “Gente que Faz”, concedido pelo presidente da Casa de Leis – vereador Mehde Meidão Slaiman Kanso, pelos relevantes serviços prestados ao município enquanto responsável pelos cuidados aos pacientes que utilizam a Casa de Apoio de Barretos.

A homenageada nasceu na vizinha cidade de Cardoso, veio para Votuporanga há 33 anos, onde constituiu família, e enfrentou uma das piores batalhas da sua vida, que foi a doença do seu ex-marido, que passou por tratamento no Hospital do Amor em Barretos e foi curado.

Em razão disso, Ilsa, teve consigo o propósito de ajudar aquela entidade e pacientes em tratamento, e se juntou a um grupo de pessoas que arrecadavam alimentos e faziam diversas campanhas sempre em prol a quem mais necessitava.

Como o número de pacientes em tratamento na cidade de Barretos foi aumentando significativamente, houve a necessidade da instalação de uma casa de apoio a esses pacientes, pois, muitos não possuíam condições financeiras de custear a estadia durante o tratamento, nem refeições, e também enfrentavam dificuldades devido o mal estar pós-tratamento enquanto aguardavam o transporte para retornar até Votuporanga.
Sendo assim, o então prefeito Nasser Marão Filho (Juninho Marão) e a primeira-dama Juliana Castrequini Marão, então presidente do Fundo Social de Solidariedade, se engajaram para atender ao pedido do vereador Meidão e fizeram parcerias para o funcionamento da Casa de Apoio em Barretos, e convidaram a Ilsa para ser a responsável pelo acolhimento aos pacientes que utilizavam tal estrutura.

Desde então, são dez anos que ela é a responsável pelo atendimento prestado aos pacientes que estão em tratamento, fazendo o acolhimento, oferecendo alimentação, repouso e também fazendo amizades, pois, ela enfrenta junto a eles, um dos momentos mais árduos que um ser humano pode enfrentar.

“Assim, torna-se justo prestar homenagem a essa mulher que é exemplo de “Gente que Faz”, para tantas pessoas em momento de fragilidade e que marca a vida das pessoas fazendo o bem ao próximo”, destacou Meidão.

Em razão disso, Ilsa recebeu das mãos de Meidão, o título aprovado por unanimidade pelos vereadores.

Também participou da homenagem, a primeira-dama, Mônica Pescioto de Carvalho, que utilizou a tribuna legislativa para parabenizar o trabalho da servidora. “Pelo exposto, apresentamos a presente propositura no sentido de que seja consignado em ata voto de congratulação à senhora Ilsa Pontes com a titulação “GENTE QUE FAZ”, pelos relevantes serviços prestados ao município enquanto responsável pelos cuidados aos pacientes que utilizam a Casa de Apoio de Barretos”, finalizou Meidão.

0 Comentários

Deixe um Comentário

11 − 5 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password