Governo de SP promove mais mil de ações na Semana Nacional do Trânsito

Mensagens educativas e operações especiais de fiscalização nas rodovias estaduais vão atingir 200 cidades entre os dias 18 e 25.

O Governo de São Paulo promoverá mais de mil iniciativas ao longo da Semana Nacional do Trânsito, entre esta quarta-feira (18) e a próxima quarta (25), data nacional que visa conscientizar a sociedade sobre o comportamento seguro em ruas e estradas. As ações educativas e de fiscalização serão realizadas por dez secretarias, além de autarquias e municípios conveniados com o programa Respeito à Vida.

“Essa mobilização é fundamental para levarmos a mensagem do respeito e da cidadania”, afirma o Vice-Governador e Secretário de Governo, Rodrigo Garcia. “É possível obter um trânsito mais seguro quando cada um assume sua responsabilidade e evita situações de risco que muitas vezes geram acidentes graves e até fatais”, explica a coordenadora do programa Respeito à Vida, Silvia Lisboa.

Grande parte dos esforços do Governo do Estado na Semana Nacional do Trânsito tem como foco a conscientização da população. As estatísticas mostram que o comportamento de condutores e pedestres é o maior fator de risco. Levantamento do Infosiga SP, sistema de dados para acidentes de trânsito do Governo de São Paulo, aponta que 94% dos acidentes fatais são causados por falha humana.

Por essa razão, cerca de 400 ações do Detran SP visam apontar a educação como o melhor caminho para a segurança no trânsito. Materiais com mensagens direcionadas a pedestres, ciclistas, motociclistas e motoristas de automóveis, ônibus e caminhões serão distribuídos em 200 cidades, com apoio das Prefeituras que mantêm parceria com o programa Respeito à Vida. As mensagens também serão levadas às estações do Metrô e CPTM e terminais de ônibus administrados pela EMTU.

A programação inclui ainda palestras em universidades e escolas técnicas estaduais, assim como intervenções teatrais e passeios ciclísticos. “Quando respeitamos as leis, contribuímos para um trânsito mais humano, solidário e seguro. Essa é a mensagem que queremos levar para a população”, destaca Silvia Lisboa.

Público-alvo

Um dos públicos prioritários das ações são estudantes de diversas faixas etárias. Atividades propostas pela Secretaria da Educação serão levadas a 2,2 mil escolas que abrigam 1,7 milhão de alunos. Já parcerias envolvendo também Detran.SP, DER, Artesp e Polícia Militar resultaram em atividades que impactarão diretamente 6,5 mil alunos da rede pública de ensino.

Somente na sede do Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran), em São Paulo, 1,5 mil crianças participarão de diversas atrações com o tema trânsito. ” Desde cedo precisamos plantar a semente da segurança e da cidadania. Entendemos que a criança, mais do que ser o motorista de amanhã, hoje já exerce influência sobre familiares e amigos, além de ser um ator do trânsito como pedestre ou ciclista, por exemplo”, explica o Comandante do CPTran, Coronel José Marcelo Macedo Costa.

E as campanhas educativas também chegarão às rodovias e cidades lindeiras. O Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv) levará a diversas localidades e bases operacionais minirrodovias para ensinar às crianças as leis de trânsito. Já o DER na Escola estará presente em municípios atendidos pelas rodovias estaduais.

A mobilização passa também por centenas de ações promovidas pelas concessionárias de rodovias reguladas pela Artesp e por mensagens de segurança em painéis de mensagem e faixas instaladas nas rodovias. Em destaque, o combate ao uso de celular e de bebida ao volante, assim como a importância do cinto de segurança.

Fiscalização

Em outra frente, o Governo de São Paulo, por meio da Polícia Militar, promoverá mega-operações de fiscalização em vias urbanas e rodovias. Ações em bares e principais vias da Capital e do interior visam combater a alcoolemia. Edições especiais das operações Direção Segura, em parceria com o Detran.SP, serão realizadas em diversos pontos.

Também haverá ações de fiscalização para automóveis, motociclistas e caminhões, onde itens de segurança e estado de conservação dos veículos serão avaliados conforme as diretrizes do Código Brasileiro de Trânsito. Nas estradas, a polícia rodoviária atuará por meio de radares para coibir o excesso de velocidade.

“Fiscalizar também é uma forma de educar, mudar o comportamento de quem insiste em não seguir as leis de trânsito. Desta forma, trabalhamos para proteger o cidadão e evitar acidentes e fatalidades, histórias trágicas que impactam pessoas e famílias”, afirma o Comandante do CPMRv, Coronel Lourival da Silva Junior.

O site do Respeito à Vida (www.respeitoavida.sp.gov.br) traz notícias sobre as principais atividades desenvolvidas pelo Governo de São Paulo e parceiros do programa. A mobilização também pode ser acompanhada nos canais do programa no Facebook, Twitter e Instagram (@RespeitoaVidaSP).

FONTE: Informações | Portal do Governo de SP 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password