Fisioterapeuta do SanSaúde dá dicas para iniciar práticas esportivas

Fábio Ferrari elencou os primeiros passos rumo à uma vida mais saudável.

Deixe o sedentarismo de lado e colha os bons frutos que a prática regular de atividade física proporciona ao nosso corpo e mente. Este é o desafio deste ano. E não adianta pensar naquela velha desculpa de que é difícil começar, não tem tempo ou que é complicado dar continuidade aos exercícios físicos. Aderir à prática de atividades físicas, por ao menos três vezes por semana, só depende de nós.

O SanSaúde quer incentivar você a movimentar-se. Para isso, o fisioterapeuta Fábio Ferrari deu dicas de como iniciar práticas esportivas da maneira correta. “Antes de tudo, deve-se procurar um médico (pode ser clínico) para fazer exames necessários a fim de saber se está apto ou não”, contou. Os resultados destas avaliações podem interferir em algumas modalidades de exercícios.

Após esta etapa, deve-se procurar um profissional habilitado para desenvolver um programa indicado às suas necessidades, baseados no seu condicionamento físico atual e histórico de saúde. “É importante optar por atividades que combinem com seu estilo de vida, rotina, se adequando ao seu corpo”, disse.

Aquecimento e alongamento

O fisioterapeuta explicou a diferença de aquecimento e alongamento. “O aquecimento é uma forma de repetição de movimentos que aumenta a circulação sanguínea, preparando o corpo para o alongamento. Neste período, a temperatura corporal se eleva e também se promove a “lubrificação” das articulações, prevenindo lesões. Já alongamento é mais lento, envolvendo concentração e respiração lenta, com o objetivo de dar elasticidade e flexibilidade máxima do músculo”, afirmou.

Hidratação.

Fábio também destacou a importância da hidratação. “Deve-se beber água durante e após os exercícios para repor o equilíbrio hídrico, pois o organismo perde sais minerais. Em atividades físicas que ultrapassem 60 minutos de duração, pode ingerir bebidas isotônicas”, disse.

Roupa e calçado

Outros itens que merecem nossa atenção são roupas e calçados. “Eles devem proporcionar conforto, flexibilidade, ventilação e respirabilidade, principalmente calçados porque a escolha errada pode acarretar lesões articulares. Consulte ortopedista, fisioterapeuta e educador físico”, falou.

Mudança de hábito

O profissional ressaltou que para a mudança de hábito, deve-se ter persistência, força de vontade e determinação. “Acontece com mais facilidade se a atividade física estiver associada ao prazer em realizar exercícios. A frequência deve ser três vezes na semana, atingindo os benefícios na saúde como risco menor de desenvolvimento de doença coronária, de diabetes tipo 2; diminuição do colesterol e triglicerídeos, redução da pressão arterial em quem já é hipertenso; além de promover bem-estar psicológico, mantendo articulações, músculos e ossos saudáveis”, finalizou.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password