Filho de 2 anos de delegado morre engasgado com tampa de garrafa pet

Um menino de 2 anos, filho do delegado da Polícia Civil do Amapá Carlos Alberto Gomes Pereira Filho, morreu engasgado com uma tampa de garrafa pet, em Macapá, na última sexta-feira (7/1). O pai se pronunciou sobre o caso pela primeira vez na terça-feira (11/1), por meio de uma carta de esclarecimento enviada à imprensa. No documento, ele responde às criticas que recebeu, proferidas especialmente pelas redes sociais e pela família materna da criança.

O delegado ressalta que fez tudo o que estava ao seu alcance para salvar o filho. Ele também afirma sofrer com as acusações de negligência sobre a morte da criança. Os dois estavam sozinhos no momento do acidente. “Eu fiz de tudo para salvar a vida do meu filho. Quando ele engoliu a tampinha, estava próximo de mim, e o fez no momento em que eu estava organizando as coisas pós-almoço. Não houve falta de cuidado, ele estava sendo monitorado”, disse o pai.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password