Empresário alvo de operação da PF é investigado por se apresentar como delegado na região

Segundo a Polícia Federal, falso delegado de São José do Rio Preto (SP) ameaçava prender as vítimas e familiares, caso as demandas relacionadas com negociações de imóveis não fossem atendidas.

A Polícia Federal fez uma operação para investigar um empresário que se apresentava como delegado da PF, em São José do Rio Preto (SP), na manhã desta sexta-feira (10).

Agentes da PF cumpriram três mandados de busca e apreensão na casa e empresas do suspeito, que passou a ser investigado depois que empresários relataram ameaças praticadas por um suposto delegado da Polícia Federal.

Conforme apurado pela polícia, o falso delegado ameaçava prender as vítimas e familiares, caso as demandas relacionadas com negociações de imóveis em outro estado não fossem atendidas.

Durante a investigação, o verdadeiro nome do suspeito foi identificado e, em seguida, a PF representou à Justiça Federal de Rio Preto, que expediu os mandados de busca e apreensão.

Na “Operação Sicrano” foram apreendidos quatro celulares, dois notebooks, dois dispositivos de armazenamento, um mousepad com o emblema da Polícia Federal e um distintivo falso.

Ainda segundo a PF, o empresário do ramo de franquias poderá responder pelos crimes de extorsão, usurpação de função pública e falsa identidade.

“Operação Sicrano”

De acordo com a Polícia Federal, a operação foi denominada “Sicrano” em alusão ao termo atribuído à pessoa cuja qualificação não é conhecida ou que intencionalmente não se deseja nomear.

G1

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password