Emprego: Votuporanga abre 40 vagas em setembro, aponta Caged

A performance manteve o município no ‘azul’, já que em agosto havia aberto 196 novas oportunidades de trabalho.

Após a criação de 219.330 vagas em agosto no Brasil – dado revisado nesta quarta-feira (30.out), o mercado de trabalho formal registrou um saldo positivo de 211.764 carteiras assinadas em setembro, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho. 

Em Votuporanga/SP, os mesmos dados apontam a criação de 40 novas oportunidades, fruto da dinâmica entre 1.036 admissões e 996 desligamentos. O resultado para o período manteve o município no ‘azul’, já que em agosto havia registrado a abertura de 196 novos empregos formais.

No nono mês de 2023, o maior desempenho veio da Indústria com 46 inserções no mercado de trabalho; a Construção gerou 8 novas oportunidades; já o setor de Comércio abriu outras 7 vagas. Por sua vez, a Agropecuária fechou 4 oportunidades de emprego formal, enquanto o setor de Serviços encerrou outras 17 oportunidades de trabalho no município.

Balanço do mês de setembro para Votuporanga divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego – Foto: Reprodução/Ministério do Trabalho e Emprego

Salário médio de admissão 

O governo também informou que o salário médio de admissão foi de R$ 2.032,07 em setembro deste ano, o que representa uma queda real (descontada a inflação) em relação a agosto de 2023 (R$ 2.040,14). 

Na comparação com setembro de 2022, houve aumento no salário médio de admissão. Naquele mês, o valor foi de R$ 2.018,15. 

Caged x Pnad 

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados consideram os trabalhadores com carteira assinada, isto é, não incluem os informais. 

Com isso, os resultados não são comparáveis com os números do desemprego divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), coletados por meio da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continua (Pnad). 

Os números do Caged são coletados das empresas e abarcam o setor privado com carteira assinada, enquanto que os dados da Pnad são obtidos por meio de pesquisa domiciliar e abrangem também o setor informal da economia. 

Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em setembro mostram que a taxa de desemprego no Brasil foi de 7,8% no trimestre móvel terminado em agosto. É a menor desde fevereiro de 2015, quando chegou a 7,5%. Diário de Votuporanga

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página