Em São Paulo, vereador Chandelly Protetor busca recursos para Votuporanga

O vice-presidente da Câmara Municipal de Votuporanga – vereador Chandelly Protetor esteve em audiência com diversos deputados estaduais na busca de recursos para o município.

Em audiência com o presidente da Alesp – Assembleia Legislativa de São Paulo – deputado Carlão Pignatari, o vereador Chandelly pediu a sua intervenção no sentido de liberar uma emenda parlamentar no valor de R$200 mil para a Santa Casa de Misericórdia de Votuporanga – instituição filantrópica sem fins lucrativos, referência em serviços de saúde de alta complexidade e presta atendimento médico a 53 municípios das regiões de Votuporanga, Jales e Santa Fé do Sul. Ainda em São Paulo, Chandelly também protocolou nos gabinetes dos deputados estaduais Janaína Paschoal e Itamar Borges, solicitando recursos para custeio e manutenção do hospital filantrópico de Votuporanga.

Em audiência com a deputada estadual Damaris Moura, o vereador votuporanguense pediu o seu empenho para liberar uma emenda parlamentar no valor de R$200 mil para custeio de melhorias na área da saúde da mulher de Votuporanga. O vereador destaca que a Câmara criou a Frente Parlamentar da Mulher, com o objetivo de lutar pelos direitos da mulher e melhorias no atendimento à saúde é um dos anseios deste grupo parlamentar. “A saúde é compreendida como um conjunto de ações, sendo prioridade nos sistemas de políticas públicas, voltadas para a promoção da saúde, qualidade de vida, prevenção de agravos, tratamentos e reabilitação, portanto as doações são essenciais para termos uma estrutura adequada e oferecermos atendimento de qualidade aos moradores”, destacou Chandelly.

A deputada também recebeu das mãos do vereador votuporanguense ofício solicitando recursos no valor de R$200 mil a ser destinado para a entidade AFUPACE – Recanto Tia Marlene – dinheiro utilizado para a construção de um refeitório para melhorar atender os seus assistidos. O Recanto Tia Marlene atende cerca de 55 pessoas portadoras de necessidades especiais e autistas e necessita do apoio das esferas governamentais para dar continuidade ao trabalho prestado a comunidade votuporanguense.

Com o deputado estadual delegado Bruno Lima, o vereador Chandelly pediu recursos na ordem de R$200 mil para o Fundo Social de Votuporanga, que posteriormente será destinado ao Centro de Proteção da Vida Animal e o Fundo Municipal de Bem-Estar Animal – FUMBEA para que possam desenvolver suas atividades.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password