Em GO: Estudante é estuprada e mantida em cárcere por cinco dias após marcar encontro por rede social, diz polícia

Moradora de Itumbiara/GO, menina de 12 anos foi resgatada e, segundo a família, está transtornada. Conforme delegado, casal foi preso em flagrante e homem se passou por garoto de 14 anos.

Uma estudante de 12 anos foi resgatada após cinco dias desaparecida, em Itumbiara, na região sul de Goiás. Segundo delegado, a adolescente marcou um encontro com um dos suspeitos por uma rede social, após ele se passar por um garoto de 14 anos. Em seguida, segundo a polícia, ela foi estuprada e mantida em cárcere privado. Um casal foi preso em flagrante suspeito do crime.

A família disse que a menina está transtornada e fazendo acompanhando com psicólogos. “Ela está muito abalada, tentando superar”, diz uma tia.

A estudante desapareceu no dia 30 de dezembro e foi encontrada pela própria família no sábado (4). A tia conta que entrou em contato com a polícia, mas que, por conta do recesso de réveillon, decidiu começar a procurar pela menina por conta própria.

“Desde o primeiro dia nossa família começou a procurar ela pela cidade. Vasculhamos tudo, em todo lugar que ela teria sido vista”, diz uma tia.

Contato por rede social

A família começou a investigar as redes sociais da menina e encontrou conversas com um homem. O que mais chamou a atenção é que a família encontrou pelo menos cinco perfis falsos.

“Duas primas começaram a pesquisar e encontraram esse suspeito que só tinha amigos com idade na faixa etária dela. Acharam ele suspeito e começaram a filtrar. Conseguiram recuperar o aplicativo de mensagens dela e viram as conversas. Foi aí que a encontramos”, conta a tia.

Prisão de casal

A menina foi encontrada em uma casa no Setor Planalto, em Itumbiara, onde estava um casal. A família conta que, quando chegou ao local, o homem e a mulher se preparavam para fugir.

“Eles já estavam colocando cachorros em cima da caminhonete para fugir. A casa estava limpa”, diz a tia.

A Polícia Militar foi acionada e prendeu o casal em flagrante. O delegado confirma que eles planejavam fugir com a adolescente, mas desconhece qual seria o destino. O casal deve responder por cárcere privado. Além deste crime, o homem também vai responder por estupro de vulnerável, já que a menina tem 12 anos.

“Ela estava sendo convencida através de uma pressão psicológica, chantagem, a ficar no local. Eles ficavam dizendo que, se ela fosse embora, se envolveria com problemas”, disse o delegado.

FONTE: Informações | g1.globo.com

0 Comentários

    Deixe um Comentário

    Login

    Bem vindo! Faça login na sua conta

    Lembre de mim Perdeu sua senha?

    Lost Password