Dupla presa com droga em avião vai responder por tráfico

Os dois homens presos pela Policia Federal e Polícia Militar com cerca de 490 quilos de cocaína em um avião no Aeroporto de Fernandópolis no último dia 5 de junho acabaram sendo denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF). Justiça Federal de Jales confirmou a prisão preventiva dos envolvidos e ainda serão acusados por tráfico de drogas.

O bi-motor, prefixo PT-RAS, interceptado no espaço aéreo brasileiro quando decolou de Juína/MT em direção ao interior paulista. Ele foi acompanhado por dois caças da Força Aérea Brasileira (FAB) até Fernandópolis, local onde parariam para reabastecer.

A Polícia Federal de Jales, com apoio da Polícia Militar de Fernandópolis, já estava na pista para efetuar a prisão dos envolvidos que traziam no interior da aeronave toda a cocaína carregada na Bolívia.

Segundo avaliação, cada quilo de pasta base, que seria vendido por R$ 25 mil em média, renderia três quilos de cocaína, o que indica que a droga apreendida chegaria a R$ 30 milhões.

A 1ª Vara Federal de Jales também acatou outros pedidos do Ministério Público Federal, como o agendamento de audiência de custódia para o para o próximo dia 27.

Segundo o MPF, está prevista para esta data a retomada dos atos presenciais no âmbito da Justiça Federal da 3ª Região, suspensos desde março devido à pandemia de Covid-19.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password