Diretor da Universidade Brasil Amauri Piratininga é preso pela PF

Fontes lingadas a Policia Federal de Jales confirmaram a prisão do diretor geral da Universidade Brasil em Fernandópolis Amauri Piratininga da Silva. A Justiça Federal decretou a prisão temporária dele, considerado um dos principais nomes do Campus de Fernandópolis, que também pode estar envolvido em fraudes no curso de Medicina.

Os detalhes da prisão ainda não foram divulgados, mas Piratininga, que também é cartorário no Fórum de Fernandópolis, deve ficar preso por até cinco dias, após prestar esclarecimentos na superintendência da Policia Federal em Jales.

Nessa mesma operação outras pessoas de Fernandópolis e região também foram levados na manhã desta terça-feira, dia 3. O ex-professor e advogado Orlando Macho Junior, Oclécio Dutra e Ricardo Saravalli também foram presos.

Residências de alunos no bairro Universitário também foram alvo de busca e apreensão de computadores, HD´s e documentos, além de anotações de possíveis envolvimento na compra de vagas no curso de medicina e fraude no Fies – Programa de Financiamento Estudantil.

0 Comentários

Deixe um Comentário

um × 4 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password