Detento morre com covid-19 em Mirandópolis

18 servidores penitenciários testaram positivo para o coronavírus. Outros 26 seguem com suspeita de contágio.

Um detento da penitenciária Nestor Canoa, em Mirandópolis/SP morreu com a covid-19 nesta quarta-feira (22).

A confirmação da doença saiu no dia 18 de abril. Essa é a segunda morte de detendo do sistema prisional de São Paulo. O primeiro óbito foi de um idoso, de 67 anos, que estava em uma unidade prisional, em Sorocaba.

Uma possível terceira morte em virtude da doença está sendo investigada na penitenciária de Lucélia.

“Quantas mortes mais e quantos contágios serão necessários para que a SAP e o governo estadual garantam proteção? Ainda faltam equipamentos de proteção, álcool gel e hipoclorito de sódio para assepsia nas unidades. Até quando seguirá essa situação”, questiona Fábio César Ferreira, o Fábio Jabá, presidente do SIFUSPESP.

SERVIDORES

18 servidores penitenciários testaram positivo para o coronavírus. Outros 26 seguem com suspeita de contágio.

FONTE: Informações | sbtinterior.com

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password