Cram realizará transmissão ao vivo sobre o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra a Mulher

Ação será às 19h do dia 25 de novembro, data em que é celebrado o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra a Mulher

 

O Centro de Referência e Atendimento à Mulher (Cram), da Secretaria da Assistência Social da Prefeitura de Votuporanga, realizará no próximo dia 25 de novembro, às 19h, transmissão ao vivo sobre o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra a Mulher.

A transmissão será pelo canal do Cram no Youtube (Cram Votuporanga) e contará com a presença da Coordenadora do órgão, a Assistente Social e especialista em Gestão de Políticas Públicas Kelli Regina Kamikawachi, a Psicóloga e especialista em Psicologia da Saúde Hospitalar Gabriella Barbosa Alves e a advogada e especialista em Direito Penal e Processual Penal Degmar Guedes.

 

Neste ano, até outubro, 2.050 mulheres foram atendidas pelo órgão. Os números apontam que os tipos de violência mais registrados são físicos e psicológicos por companheiros e ex-companheiros da vítima. A responsável pelo Cram em Votuporanga, Kelli Regina Kamikawachi, explica que os números não condizem com a realidade observada durante a pandemia da Covid-19, o novo Coronavírus. “Muitas mulheres se encontravam e se encontram com restrições para realizar a denúncia, seja porque estão confinadas com o agressor, porque são afetadas pelas restrições de mobilidade urbana ou por conta das mudanças de regime de funcionamento das delegacias de polícia. Cabe destacar ainda que essa tendência foi observada mundialmente devido ao atual contexto social de aumento do desemprego, a grave situação de crise econômica, maior quantidade de horas de convívio e o aumento de consumo de bebida alcoólica que colocam essas mulheres em maior risco”.

 

Ela ainda explica que, de acordo com dados recebidos por canais oficiais de denúncia contra a violência de gênero, as denúncias presenciais em delegacias diminuíram, porém, os feminicídios aumentaram. “O que se entende disso é que as denúncias presenciais diminuíram, mas violência doméstica e de gênero não, ela está mais privada do que nunca. A mulher que vive com um agressor já vivia isolada, agora ela está praticamente em cárcere privado, já que a dificuldade de realizar a denúncia se tornou maior”.

 

Denúncias

Com a pandemia, foi necessário criar-se algumas estratégias para a denúncia, além do Disque 180, que é uma Central de Atendimento Nacional que redireciona os casos para cada Município, podendo serem citadas as plataformas da política de Segurança Pública através das polícias Civil e Militar; a Ouvidoria das Mulheres, que pode receber denúncias pelo WhatsApp (61) 3315-9476 ou pelo e-mail ouvidoriadasmulheres@cnmp.mp.br (criada pelo Conselho Nacional do Ministério Público); o X indicado na palma da mão (criado pelo Conselho de Farmácia), dentre outros.

Em Votuporanga, o Cram fica na Rua São Paulo, n.º 2959, Centro. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h. O telefone para mais informações é o (17) 3423-5367.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password