Santa Casa de Votuporanga participa de Congresso Paulista de Neurologia

Casos da Instituição foram apresentados em um dos mais renomados congressos do país

A Santa Casa de Votuporanga ganhou ainda mais evidência recentemente. Casos de atendimentos aos pacientes foram apresentados no XIII Congresso Paulista de Neurologia, considerado um dos mais renomados do país. Dois trabalhos foram expostos no evento, que foi realizado nos dias 27,28 e 29 de maio. Os estudos tiveram a participação da equipe de neurologia do Hospital, dos alunos da Unifev e, em especial, os da Liga de Neurologia (LiNeuro).

Ana Luísa Lopes Espínola da Costa Reis, Leonardo Henrique de Souza Gandolfi, sob a supervisão do médico neurologista Dr. Vitor Pugliesi Marques, são autores do trabalho “Agrafoestesia como sinal focal no acidente vascular encefálico isquêmico”.

O caso trata-se de uma paciente, que deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), com queixas de confusão mental. A equipe fez exames clínicos e constatou agrafoestesia, considerada capacidade de perceber e reconhecer a forma de um objeto na ausência de informações visuais e auditivas, usando o tato para analisar a textura, o tamanho, as propriedades espaciais, a temperatura, etc. Sendo assim, foi solicitada tomografia computadorizada, o que diagnosticou evento isquêmico recente.

Além desse estudo, a Santa Casa foi autora do estudo “Mononeurite múltipla pós-COVID-19 em paciente do interior paulista”, de Pedro Gabriel Marcomini, Ana Luísa Lopes Espínola da Costa Reis, Dr. Mauro Esteves Hernandes (médico cardiologista e professor da Unifev) e Dr. Pedro Henrique de Abreu Macedo (médico neurologista).

O trabalho descreve um caso de um homem hipertenso, diabético, dislipidêmico, sem alterações neurológicas prévias, internado durante 31 dias em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por conta do Coronavírus, com necessidade de ventilação mecânica.

A discussão do estudo reforça a necessidade de investigação daqueles que apresentem quadro de fraqueza, alterações de sensibilidade e marcha após COVID-19, não podendo se afastar a Mononeuropatia Múltipla, entre outras.

O médico neurologista, Dr. Vitor Pugliesi Marques, destacou a importância de participar do congresso. “Retomamos a especialidade em 2019 e já notamos grandes avanços na assistência e pesquisa. Estudos clínicos são essenciais para aperfeiçoar os atendimentos, promover conhecimento e, principalmente, incentivar a educação permanente dos profissionais. O Congresso Paulista é um evento muito renomado, com envolvimento de grandes nomes na área e nos sentimos honrados de apresentar casos”, afirmou.

O provedor da Santa Casa, Luiz Fernando Góes Liévana, parabenizou os autores dos casos. “A nossa Instituição possui nossa Unidade de Pesquisa Clínica, que já nos coloca em evidência no Brasil e no exterior. Além disso, contamos com profissionais e alunos da Unifev que se dedicam em apresentar trabalhos, nos representando em diversos fóruns. Parabenizo a todos que levaram o nome de nossa Santa Casa para esse importante congresso de Neurologia, comprovando nossa qualidade e  busca por conhecimento”, finalizou.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password