Corinthians, Santos, São Paulo e outros nove clubes de SP faturam R$ 80 mil por prêmio de gestão

Rompido com a Federação Paulista no ano passado, Palmeiras não concorreu. Votuporanguense recebeu certificado por ter participado do “Programa de Excelência” da FPF.

A Federação Paulista de Futebol anunciou nesta quinta-feira os vencedores de seu “Programa de Excelência”, que distribuiu R$ 1,4 milhão em premiação. O programa obriga os clubes a entregar relatórios periódicos para a FPF, que a partir desses documentos elabora um ranking de gestão.

Os clubes mais bem avaliados entram na categoria “Ouro”, que ao final do ano rende uma prêmio de R$ 80 mil. Em 2019 foram premiados nessa categoria os seguintes clubes: Água Santa, Audax, Corinthians, Ferroviária, Novorizontino, Ituano, Juventus, Ponte Preta, RB Brasil, Santos, São Paulo e XV de Piracicaba.

Cinco clubes foram classificados como categoria “Prata”, e por isso levaram um prêmio de R$ 40 mil cada um: Desportivo Brasil, Inter de Limeira, Mirassol, Portuguesa e Ituano.

Doze clubes alcançaram a categoria “Bronze”, com prêmio de R$ 20 mil: Linense, Capivariano, Santo André, São Caetano, Primavera, Sertãozinho, Oeste, Taubaté, São Bernardo, Rio Branco, Botafogo e Atibaia. Outros seis clubes receberam certificados por terem participado do programa: Portuguesa Santista, Bragantino, Guarani, Rio Preto, São Bento e Votuporanguense.

E o Palmeiras?

O Palmeiras não participou das edições de 2019 porque estava rompido politicamente com a Federação Paulista, ainda como resultado da polêmica final do Campeonato Paulista de 2018. No final do ano passado, clube e FPF acertaram as diferenças, mas já não havia como enviar todos os relatórios períodos para o Programa de Excelência dentro do prazo. O Palmeiras também não havia participado do prêmio no ano anterior.

FONTE: Informações | globoesporte.globo.com

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password