Confira se seu CPF está entre os 223 milhões vazados

Site permite que o usuário verifique se dados pessoais apareceram em vazamentos ocorridos em janeiro.

Uma plataforma digital chamada “Fui Vazado!”, disponível aqui, permite de maneira simples e rápida, o site permite que o usuário verifique se dados pessoais apareceram em dois vazamentos que expuseram dados de 223 milhões de brasileiros.
 
Foram dois vazamentos registrados em janeiro deste ano. Um envolvendo 223 milhões de CPFs, com dados de pessoas que até já morreram. Foram expostas as identidades, data de nascimento, também informações de 104 milhões de veículos e de 40 milhões de empresas – com CNPJ, razão social, nome fantasia e data de fundação.
Um outro vazamento, bem mais amplo, revelou informações detalhadas de 140 milhões de pessoas, como telefone, formação acadêmica, salário, endereços, se a pessoa mudou de cidade e até fotos.
Esses são os maiores vazamentos de dados de todos os tempos no Brasil, segundo especialistas. As informações ficaram expostas durante meses ou anos e não é possível saber quantas vezes foram compartilhadas e vendidas.
O usuário precisa adicionar o número do CPF e data de nascimento nos campos em branco, além de realizar uma verificação no estilo Captcha.
 
O site é seguro?
De acordo com Allan Fernando, desenvolvedor do “Fui Vazado!”, o site apenas bate as informações fornecidas pelo usuário com os detalhes encontrados nos bancos de dados vazados. O  Fui Vazado! também não guarda as credenciais utilizadas na verificação.
 
A plataforma não exige qualquer forma de login e, segundo o desenvolvedor, os únicos dados que ficam armazenamentos são as informações de acesso geradas pelo Cloudfare.
 
Verificar CNPJ
O Fui Vazado! também conta com uma indicação para quem possui uma empresa e quer verificar se informações da companhia também foram comprometidas. Os bancos de dados que estão rolando na internet incluem informações de aproximadamente 40 milhões de negócios.
 
Se você é empresário, é possível verificar se os dados do seu negócio estão nos vazamentos por meio do site Syhunt, desenvolvido pela firma de segurança de mesmo nome. O procedimento exige apenas o número do CNPJ de sua empresa.

 

DL News

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password