Cerca de 12 mil testes da rede pública de SP para diagnosticar novo coronavírus aguardam resultado, diz secretário municipal de saúde

Exames foram feitos por pacientes suspeitos, médicos e equipes de saúde e enviados ao Instituto Adolfo Lutz.

Cerca de 12 mil testes enviados pela rede Pública de saúde da capital paulista ao Instituto Adolfo Lutz para diagnosticar o novo coronavírus aguardam resultado, segundo o secretário municipal de saúde, Edson Aparecido. Os exames foram feitos por pacientes suspeitos, médicos e equipes de saúde.

Ainda, de acordo com Aparecido, os resultados estão demorando em média uma semana para serem divulgados, mas podem levar até 10 dias.

Diante disso, a Secretaria Municipal da Saúde disse que vai contratar na próxima semana, em caráter de urgência, 5 laboratórios de médio porte para fazer até 600 testes por dia e que enviou, voluntariamente, 10 técnicos para reforçar a equipe do Adolfo Lutz.

Espera por diagnósticos

G1 conversou com a gerente de marketing Helineia Forente, de 35 anos, que espera o resultado do teste que diagnostica o novo coronavírus há 14 dias.

“Acho que nada justifica tantos dias sem ter retorno. A minha maior preocupação é que isso mostra que a gente não faz ideia de quantos casos talvez sejam confirmados”, disse a Helineia em entrevista.

Ela conta que o material foi enviado ao Instituto Adolfo Lutz e que prazo inicial estimado para a divulgação do resultado era de 5 dias. Entretanto, segundo a gerente, em seu último contato com o hospital foi informada que o diagnóstico poderia levar até 20 dias úteis.

Casos de Coronavírus no Estado de São Paulo

O estado de São Paulo já registrou 68 mortes pelo novo coronavírus, média de uma a cada duas horas e 20 minutos, segundo o secretário da Saúde de São Paulo, José Henrique Germann. O estado possui ainda 1.223 casos confirmados.

Em cinco dias, o número de óbitos cresceu 209%. No último domingo (22), o estado registrava 22 mortes, contra 68 nesta sexta-feira (27). Municípios da Grande São Paulo e do interior também registram óbitos.

FONTE: Informações | g1.globo.com

0 Comentários

    Deixe um Comentário

    Login

    Bem vindo! Faça login na sua conta

    Lembre de mim Perdeu sua senha?

    Lost Password