Câmara pede providências para aumentar segurança nas escolas públicas 

O massacre ocorrido em uma escola estadual de Suzano, nesta quarta-feira, abalou a todos e reacendeu o tema sobre segurança nas unidades de ensino. Em Votuporanga, o assunto já foi colocado em pauta pela Câmara de Vereadores que vai debater o tema durante sessão ordinária da Casa Legislativa. 

A iniciativa partiu do presidente da Câmara Municipal – vereador Mehde Meidão Slaiman Kanso, que vai apresentar durante a oitava sessão ordinária da próxima segunda-feira (18). Já na tarde desta quarta-feira, Meidão recebeu em seu gabinete a visita de cortesia do novo comandante do Exército de Votuporanga, o sargento Dênis – instrutor do Tiro de Guerra 02-088.

O assunto principal do encontro foi segurança pública e Meidão debateu ideias e propostas que poderão ser colocadas em prática para aumentar a segurança dos alunos da rede pública de ensino. 

A convite da Câmara, o sargento Dênis – que trabalhou durante dez anos no setor de inteligência do Exército no Mato Grosso do Sul, fará o uso da tribuna legislativa para se apresentar aos demais vereadores e debater o tema segurança pública. 

Por sua vez, Meidão ja registrou na secretaria da Câmara, indicação no sentido de solicitar as autoridades competentes novas iniciativas que possam aumentar a segurança dentro das escolas. No documento que será encaminhado ao prefeito João Dado, ao governador João Dória e ao presidente da República, Jair Bolsonaro, Meidão sugere a instalação de novos dispositivos de segurança dentro das unidades de ensino. 

A proposta visa a instalação de sistemas de monitoramento por câmeras, interfones, catracas e, caso necessário, detector de metal, além de uma rígida fiscalização para a entrada de visitantes dentro das escolas. “Algo deve ser feito para aumentar a segurança de nossos alunos da rede pública. As escolas particulares já possuem sistema de segurança para os alunos, temos que providências nas unidades públicas. Esse tipo de crime que chocou o Brasil víamos apenas em outros países, agora chega até nós. Temos que tomar urgentes providências”, destacou Meidão. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

1 × 3 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password