Câmara de Votuporanga conhece projeto de combate a dengue em Araçatuba

A pedido do presidente da Câmara Municipal – vereador Mehde Meidão Slaiman Kanso, uma equipe de assessores técnicos do Legislativo esteve na sede da Secretaria Municipal de Saúde de Araçatuba, em busca de informações sobre um projeto piloto desenvolvido pelo município, em parceria com o Governo Federal, através do Ministério da Saúde.

Preocupada com o alto índice de registros de casos de dengue em Votuporanga, a Câmara Municipal vem buscando através de todos os vereadores, projetos e alternativas que possam combater com maior eficácia a proliferação do mosquito Aedes Aegypt.

A pedido do presidente da Câmara Municipal – vereador Mehde Meidão Slaiman Kanso, uma equipe de assessores técnicos do Legislativo esteve nesta quinta-feira (23), na sede da Secretaria Municipal de Saúde de Araçatuba/SP, em busca de informações sobre um projeto piloto desenvolvido pelo município, em parceria com o Governo Federal, através do Ministério da Saúde.

Lá estiveram os assessores parlamentares Emerson Bortolaia e Denise Peres, e através de um convite do presidente Meidão, também participaram a secretária municipal de Saúde de Votuporanga, Márcia Reina.

Votuporanga registra no momento, mais de 220 casos positivos da dengue e outros mais de 700 exames aguardando resultados. O município já vive uma epidemia da doença e a Câmara de Vereadores quer, junto com o Executivo e demais órgãos ligados a saúde pública buscar medidas eficazes para combater a doença.

Com a chegada do verão e a volta do período chuvoso, o risco de contágio da dengue aumenta. A dengue é uma doença viral transmitida principalmente pela picada da fêmea do mosquito Aedes Aegypt, quando infectada, a vítima pode sentir uma série de sintomas como febre, dor de cabeça, tonturas e cansaço.

O encontro em Araçatuba contou com a presença de técnicos da Secretaria Municipal de Saúde, da Sucen Estadual e Municipal daquela cidade.

A reunião foi conduzida pela secretária da Saúde de Araçatuba, Carmem Silvia Guariente, além de técnicos da Sucen Estadual e Municipal.

O presidente da Câmara determinou a busca de projetos que vem apontando resultados satisfatórios no combate a dengue em cidades da região e Araçatuba está entre três cidades do país escolhidas pelo Ministério da Saúde para um projeto piloto – as outras duas cidades são Marília/SP e Natal/RN.

Araçatuba organizou uma metodologia para estruturar o combate severo para com o vetor Aedes aegypti, transmissor da dengue e da febre amarela.

Essa metodologia é constituída por uma frente de trabalho formada por uma equipe técnica constituída por: Biólogo, Engenheiro, Sucen, Secretaria Municipal da Saúde, Conselho Municipal de Saúde, Ministério da Saúde, Superintendência de Controle de Endemias de Araçatuba.

O Ministério da Saúde, em parceria com a Superintendência de Controle de Endemias de Araçatuba está visitando as residências em bairros da cidade para aplicação de um novo veneno contra o mosquito transmissor da dengue.

O veneno é borrifado nas paredes, principalmente em áreas quentes e mais escuras, onde o Aedes aegypti tem o hábito de ficar. Os imóveis escolhidos foram os que ficam na região onde foram registrados mais casos de dengue na cidade.

A cidade foi escolhida pra fazer parte da pesquisa por causa do alto índice de casos de dengue registrados no passado. Foram 7.872 casos e uma morte pela doença.

Cada aplicação dura três meses e elas não fazem mal ao ser humano. A orientação é que o morador espere 30 minutos fora da casa depois da borrifação.

Esse projeto piloto, depois de estudos que é efetuado por região é selecionado um local com maior índice de infestação do mosquito, aplica-se a borrifação, e a média de duração é por três meses e não faz mal ao ser humano.

A secretária de Votuporanga apresentou o trabalho que está sendo feito em Votuporanga, pelos agentes de saúde e demais órgãos da saúde pública. Nesta sexta-feira, às 16 horas, uma audiência pública para debater ações que serão desenvolvidas no combate a dengue.

“Estamos buscando de todas as formas, projetos eficazes para combater a dengue em Votuporanga”, disse Meidão.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password