Calendário astronômico de maio tem “superlua de sangue” e meteoros; confira!

Maio é o mês das noivas, mas também de uma chuva de meteoros, de várias conjunções entre a Lua e planetas, de uma superlua e um eclipse lunar total que, infelizmente, não será visível aqui do Brasil.

Veja abaixo nosso calendário astronômico de maio com os eventos e datas mais importantes. Lembramos que todas as datas, horários e referências geográficas consideram um observador baseado em Brasília, e podem ser ligeiramente diferentes (para mais ou para menos) de acordo com sua posição no país.

Calendário astronômico de maio

3 de maio: começamos o mês com uma conjunção entre a Lua e Saturno, ou seja, eles estarão “juntinhos” no céu. O par será visível a partir das 00h15, quando surgirão no horizonte ao leste. Saturno estará abaixo e à esquerda da Lua.

4 de maio: conjunção entre a Lua e Júpiter. O par será visível a partir da 1h20, quando surgirá no horizonte ao leste. Desta vez é Júpiter quem estará abaixo e à esquerda da Lua, enquanto Saturno estará acima dela, também à esquerda.

6 de maio: pico da chuva de meteoros dos Eta Aquarídeos, que têm este nome pois parecem emanar da constelação de Aquário. Ela será visível a partir da 1h43, quando Aquário surge no horizonte ao leste, e continuará “ativa” até o amanhecer. O melhor horário para observá-la é cerca de uma hora antes do nascer do sol, quando a constelação estiver alta no horizonte.

15 de maioMercúrio chega ao ponto mais alto no céu. Você poderá vê-lo brilhando a oeste, logo após o pôr do Sol.

16 de maio: Conjunção entre a Lua e Marte. O par será visível a partir do pôr do sol 35º acima do horizonte a noroeste, e irá “descer” até se pôr às 21h07.

17 de maio: Lançamento do quinto satélite Space Based Infrared System Geosynchronous satellite (SBIRS GEO 5) para a Força Espacial do EUA. O foguete Atlas V da United Launch Alliance decolará a partir da plataforma 41 da Estação da Força Espacial em Cabo Canaveral, na Flórida.

26 de maio: teremos a maior “superlua” do ano, conhecida nos EUA como “Lua das Flores” (Flower Moon) surgindo no horizonte a leste a partir das 18h20.

No mesmo dia teremos um eclipse total da Lua, que infelizmente na maior parte do Brasil será visto apenas parcialmente. Durante o eclipse a Lua pode assumir uma coloração avermelhada, dando-lhe o apelido de “Lua de Sangue”.

Quem mora na região norte poderá ver um “eclipse penumbral”: a Lua estará na penumbra, parte da sombra da Terra que bloqueia apenas parte da luz do Sol, em vez de sua totalidade. Na prática, isso resulta numa redução do brilho da Lua, em vez de sua ocultação, algo que dificilmente é notado.

27 de maio: lançamento da missão OneWeb 7 com 36 satélites da constelação de internet OneWeb, concorrente da Starlink. Um foguete russo Soyuz decolará do cosmódromo Vostochny, na Sibéria.

30 de maio: mais uma conjunção entre a Lua e Saturno. O par estará visível a partir das 22:25, quando surgir no horizonte ao leste. Saturno estará alinhado com a Lua, à sua esquerda.

Leia mais:

Como se orientar

Para acompanhar nosso calendário astronômico, é importante saber em que direção olhar e como identificar os principais pontos cardeais. Para isso, você pode usar um velho truque, uma bússola ou um app de astronomia em seu celular.

O velho truque é baseado numa frase que você deve ter aprendido na escola: “o sol nasce a leste e se põe a oeste”. Fique em pé e estique os braços, com o direito apontando para o nascente, e o esquerdo para o poente. Então você terá o leste à direita, o norte à frente, o oeste à esquerda e sul atrás de você.

Quanto às bússolas, quem usa um iPhone não precisa de um app extra: basta usar o “Bússola”, que é parte do iOS. Para Android minha recomendação é o “Apenas uma bússola”, da PixelProse SARL, que é bonito, simples, gratuito e, mais importante, sem anúncios.

Outra opção é usar um app de astronomia, que usa a bússola do celular e sua localização obtida via GPS identificar o que você está apontando ou indicar para onde olhar. Uma boa opção é o Sky Safari, da Simulation Curriculum Corp., que está disponível em versões para Android e iOS e pode ser usado gratuitamente.

Fonte: Space.com

Olha Digital

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password