Base de Al-Asad: Escala de políticos e celebridades como Chuck Norris

Alvo de ataque iraniano em retaliação a EUA, unidade militar no Iraque sempre atraiu visitantes ilustres.

O ator Chuck Norris apareceu vestido com uniforme militar identificado como fuzileiro naval honorário nos registros de sua visita à base americana de Al-Asad, no Iraque, em 2006.

A visita do ator – conhecido pelos filmes B de ação dos anos 80 – foi promovida por uma organização não-governamental que tem como missão o incentivo às tropas americanas em terras estrangeiras.

Localizada no Oeste do Iraque, a cerca de 200 quilômetros de Bagdá, a base de Al-Asad é um ponto estratégico para os EUA no Oriente Médio. Tanto que sempre esteve no centro das atenções de celebridades escaladas para apoiar os soldados americanos e também na agenda de políticos do primeiro escalão do governo.

Após ser eleito presidente, o primeiro encontro de Donald Trump com tropas americanas foi em Al-Asad.

Em novembro do ano passado, foi a vez do vice-presidente Mike Pence ir à base, onde promoveu um almoço pelo Dia de Ação de Graças e falou aos militares sobre o empenho do governo para aumentar seus salários.

Seu gesto repete o do ex-presidente George Bush, que em visita a Al-Asad em 2003, também participou de um almoço de Ação de Graças com a tropa. A viagem se deu nos primeiros dias da Guerra do Iraque. Bush retornou à base em 2007.

Os visitantes ilustres mantém o hábito de discursar para os presentes. “Vim para mostrar às tropas que as pessoas em casa apreciam, amam e oram para que todos os dias voltem em segurança”, disse Norris, em uma fala que parece extraída de um de seus filmes, na visita realizada na década passada.

O ator e comediante Robin Willians também visitou Al-Asad. Em 2004, esteve no local acompanhado do ex-jogador de futebol americano John Elway, que entrou para o Hall da Fama do esporte naquele mesmo ano.

Williams retornou em 2010, desta vez junto ao ex-ciclista Lance Armstrong, um ídolo da modalidade que posteriormente acabou flagrado no doping e perdeu sua credibilidade.

A cantora e compositora de música country Kellie Pickler, que ganhou fama após participar do programa de TV American Idol, foi outra a se apresentar na base americana no Iraque.

Fez três viagens ao local, em 2007, 2008 e 2011.

A lista de visitantes a Al-Asad ainda reúne nomes como o músico Kid Rock e o comediante Carlos Mencia, que estiveram juntos no local em 2009.

Os atletas Matt Bryant, Ben Garland e Alex Mack, jogadores de futebol americano do Atlanta Falcons, se encontraram com os soldados em Al-Asad no ano de 2018.

Saddam Hussein 

A base de Al-Asad começou a ser usada pelas forças americanas depois da invasão do Iraque pelos EUA, em 2003, que culminou na queda de Saddam Hussein.

As tropas americanas deixaram o local aos poucos até sair em definitivo, em 2011. A pedido do Iraque, no entanto, voltaram a se instalar na base de Al-Asad durante o combate contra o Estado Islâmico, a partir de 2017.

Foi de lá que partiu a operação que resultou na morte do terrorista Abu Bakr-al-Baghdadi, chefe do Estado Islâmico, em outubro de 2019.

Na última terça (7), o local foi alvo de ataque iraniano em represália à morte do general Qasem Soleimani, ex-comandante da Força Quds, unidade de elite da Guarda Revolucionária do Irã.

FONTE: Informações | epoca.globo.com

0 Comentários

    Deixe um Comentário

    Login

    Bem vindo! Faça login na sua conta

    Lembre de mim Perdeu sua senha?

    Lost Password