Auxílio será pago em 5 de abril, se Bolsonaro autorizar

O calendário para a nova fase de pagamento do auxílio emergencial está na mesa do presidente Jair Bolsonaro, esperando apenas o aval dele para ser divulgado. A previsão é que os pagamentos comecem em 5 de abril para os informais que não recebem o Bolsa Família.

A data representa um atraso em comparação à expectativa inicial do governo, que esperava iniciar os pagamentos em 18 de março – informação revelada com exclusividade pelo portal SBT News.

A ordem de pagamento vai depender se o beneficiário tem conta na Caixa Econômica ou no Banco do Brasil e se fez a atualização dos dados no aplicativo “Caixa Tem”. A ideia é que, como no ano passado, aquelas pessoas que recebem o Bolsa Família sigam o cronograma de pagamento do programa, que começa no dia 16 e vai até o fim do mês.

A ordem no Planalto é revisar os dados dos cadastros para evitar que quem não precisa do benefício receba a ajuda – como aconteceu com milhares de pessoas no ano passado. O presidente Bolsonaro quer garantir que a ajuda chegue primeiro aos informais atingidos de forma direta pelas restrições e os novos fechamentos decretados desde o início deste mês.

O benefício será pago em 4 parcelas mensais, de abril a junho. O governo planeja compensar o fim dos pagamentos em agosto com uma ampliação do Bolsa Família.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password