Adolescente ‘chora sangue’ e intriga família no interior de SP

Mãe contou que a filha não sente nenhum tipo de dor e já passou por vários médicos, mas não conseguiu um diagnóstico.

A mãe de uma adolescente de 15 anos está em busca de um diagnóstico que possa explicar o motivo dela ter começado a “chorar sangue”. Um vídeo obtido pelo G1 mostra lágrimas vermelhas saindo do olho da garota.

Moradora de Adolfo/SP, Juliana Teixeira de Miranda, de 36 anos, explica que a filha passou mal no último sábado (12), quando reclamou de dores na barriga e foi levada para receber atendimento médico.

“Ela foi atendida e retornamos para o sítio onde moramos. Mas, no domingo (13), ela acordou com lágrimas de sangue saindo de um dos olhos e veio conversar comigo, assustada com a situação”, explica.

Preocupada com o que poderia estar acontecendo com a filha, a mãe decidiu levá-la a um posto de saúde. Como não sentia dor, a adolescente foi atendida por um médico e liberada.

Horas depois, no entanto, Juliana afirma que o sangue começou a sair dos dois olhos da menina, preocupando ainda mais a família. Mais uma vez, a adolescente foi levada para receber atendimento no posto de saúde.

“Decidiram transferi-la para a Santa Casa de José Bonifácio/SP, onde outra médica a examinou e me disse que não poderia ajudar com o caso, porque minha filha não estava sentindo nenhum tipo de dor. Em seguida, encaminharam-na para outro hospital”, explica.

Por volta das 19h30, a adolescente deu entrada no Hospital de Base de São José do Rio Preto/SP, unidade referência para mais de 100 municípios da região noroeste paulista.

“Minha filha fez inúmeros exames, mas não conseguiram descobrir nenhum problema. Os médicos a liberaram e voltamos para casa na madrugada da segunda-feira (14)”, conta.

Embora a adolescente tenha recebido alta hospitalar, os médicos pediram para a paciente realizar outros exames.

“Vamos fazer tudo que os profissionais pedirem. Vou levá-la novamente a Rio Preto. Queremos descobrir o que realmente está acontecendo”, afirma Juliana.

Em nota, o Hospital de Base informou que a paciente passou por atendimento na emergência e, após o procedimento, foi liberada.

O hospital informou ainda que a equipe médica solicitou uma nova bateria de exames por imagem e aguarda o resultado destas avaliações para agendar uma nova consulta no Ambulatório de Especialidades.

FONTE: Informações | g1.globo.com

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password