Votuporanguense é o novo diretor da Polícia Federal

Desde ontem, a Polícia Federal tem um novo diretor executivo. O delegado Rogério Augusto Viana Galloro substituirá Paulo de Tarso Teixeira no segundo posto hierárquico da corporação, abaixo apenas do diretor-geral, Leandro Daiello.
Galloro tem familiares em Votuporanga. É filho da Raquel Viana e Antônio Galloro, e é casado com a votuporanguense Maria José Trento, de tradicional família.

 

É neto do saudoso vereador Deocleciano de Souza Viana Filho, que dá nome a praça da Câmara Municipal, e da senhora Etelvina Leite Viana.

 

 

Nota


Em nota, a assessoria de imprensa da Polícia Federal informou que o delegado Paulo de Tarso Teixeira foi exonerado da Diretoria Executiva, em virtude de convite recebido, em setembro do ano passado, para assumir a Adidância da PF em Portugal, conforme divulgado pela própria imprensa em 28 de fevereiro deste ano.
O delegado Rogério Augusto Viana Galloro, que ocupava a Adidância da PF nos Estados Unidos há dois anos, foi convidado para assumir a função de Diretor Executivo.
A troca nas Diretorias, Coordenações e Chefias da Polícia Federal é prática comum dentro da normalidade administrativa do órgão, como atestam as recentes posses do Diretor de Gestão de Pessoal em fevereiro e do Diretor de Inteligência Policial na semana passada, além das posses de novos superintendentes regionais nos estados.

 

Atuação
Assinadas pela ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, as portarias de nomeação de Galloro e de exoneração de Teixeira foram publicadas no Diário Oficial da União de ontem. Tarso estava no cargo desde abril de 2011. Galloro ocupava a função de adido (representante) policial na embaixada brasileira em Washington (EUA) e já foi superintendente da PF em Goiás, entre 2007 e 2009.
É o diretor executivo quem assume a direção da PF quando o diretor-geral necessita se afastar do cargo ou é legalmente impedido de ocupá-lo.

 

Com assento permanente no Conselho Superior de Polícia entidade deliberativa que orienta as atividades policiais e administrativas e opina nos assuntos de relevância institucional compete ao diretor executivo supervisionar as atividades das unidades descentralizadas da PF.

 

Trabalhos
Galloro também poderá propor no âmbito da PF diretrizes para o registro, controle e fiscalização de armas de fogo, explosivos, acessórios, munições e produtos químicos de uso controlado.

 

Além disso, terá competência para aprovar planos de operações conjuntas com outras unidades ou órgãos governamentais, promovendo assim a integração de missões policiais.
As atribuições do cargo ainda preveem a responsabilidade por autorizar o credenciamento de empresas de transporte internacional e a concessão de licenças de funcionamento a empresas de segurança privada e de transporte de valores, autorizando que elas adquiriam armas e munições.
A mesma portaria traz ainda a exoneração da presidenta da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marta Azevedo, e a nomeação de sua substituta, Maria Augusta Assirati, que ocupará o cargo interinamente.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password