Votuporanga ‘testa’ sistema semafórico

Votuporanga deve ganhar em 15 dias um novo sistema de semáforos. Os equipamentos serão instalados: a 15 metros da rotatória da avenida Wilson Foz e também nos cruzamentos com as avenidas Nove de Julho e Fortunato Targino Granja, no bairro San Remo.

 

O secretário de Trânsito, Transporte e Segurança, Antônio Alberto Casali, e o engenheiro de trânsito e professor da Universidade de São Paulo (USP), Antonio Clovis Pinto Ferraz – o Coca Ferraz – anunciaram ontem os investimentos, na Secretaria da Cidade. “O semáforo ‘à distância’ surgiu com uma pesquisa da USP.

 

 

Com ele, resolvemos graves congestionamentos. A rotatória serve para fluxo pequeno e médio. Uma solução seria colocar os ‘faróis’ ao redor da rotatória. Optamos por instalar antes do dispositivo”, disse Coca. De acordo com o engenheiro, a medida já foi implantada em Araraquara. “Foi uma iniciativa pioneira. Proporcionou trânsito seguro, com fluidez e comodidade. Reduzimos em 60% os acidentes graves e 50% os fatais em dois meses. Isso significa 15 mortes a menos e 80% das internações”, complementou.

 

 

O objetivo do professor é dar fluidez para a avenida Wilson Foz. “Teremos 42 segundos de sinal verde; três no amarelo e 15 no vermelho”, afirmou.

 

 

A iniciativa prevê que, quando os aparelhos estiverem fechados na avenida, o trânsito fluirá nos outros pontos, facilitando ainda mais o acesso à Zona Norte.

Semáforos Ao todo, a Secretaria irá instalar três semáforos, apenas um é antes da rotatória. Um ficará entre as ruas Itacolomi e Ivaí. No local, será colocado também o de pedestres, que terão prioridade na travessia por conta do aparelho específico. O equipamento substituirá a lombada eletrônica e facilitará o fluxo principalmente nas noites de quinta-feira, quando acontece a feira livre. O trecho dos cruzamentos das ruas Itacolomi/Pernambuco, Itacolomi/Ivaí e Itacolomi/ General Ozório vai receber a sincronia “onda verde”. O secretário municipal disse que a demanda de semáforo é grande, mas que foram priorizados os problemas pontuais. Ele também comentou a quantidade de aparelhos emVotuporanga. “Temos 32 semáforos em uma cidade que possui cerca de 75 mil veículos. Faz um ano que não instalamos novos equipamentos”, afirmou. Os três semáforos custaram R$85 mil.

Radares Questionado pela reportagem do Diário, Alberto Casali falou sobre os quatro radares que foram comprados pela Prefeitura. Os aparelhos irão substituir os já instalados nas ruas Tibagi e Minas Gerais e ainda nas avenidas Emílio Arroyo Hernandes e Wilson Foz. Um radar semafórico será instalado na avenida Brasil.

Andressa Aoki
andressa.aoki@diariodaregiao.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password