Votuporanga registra pico de 41ºC e sensação é de deserto

Votuporanga registrou, desde domingo, as temperaturas mais altas do ano. Os termômetros chegaram a marcar 41ºC ontem. Além das altas temperaturas a cidade vive um clima de deserto, com a umidade do ar muito abaixo do recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). No domingo a cidade registrou 20% de umidade relativa do ar, quando o recomendado é 60% ou mais. Na tarde de ontem, durante duas horas, das 14 horas às 15 horas, a cidade registrou 24% de umidade, comparável à média do deserto do Saara.
Os índices de radiação ultravioleta também atingiram níveis extremos. Numa escala que vai de 0 a 14, ontem estava em 12, considerado extremo. As altas temperaturas também castigam moradores da região. Entre domingo e ontem, Votuporanga registrou, em média, temperaturas de até 40 graus. Um dos termômetros de rua chegou a apontar 43% no domingo.
“Estamos registrando nesta semana temperaturas típicas de verão e estamos na primavera. Além da temperatura estar bastante alta para o período do ano, outros fatores, como a pouca nebulosidade e os ventos fracos, aumentam a sensação de calor”, explica a meteorologia do Somar, Fabiane Casamento.
A especialista faz ainda um alerta para os próximos dias. “Essa massa de ar quente vinda do centro do País vai afetar ainda mais a região e elevar as temperaturas ainda mais”, afirma.
No sábado, de acordo com o a meteorologista os termômetros podem marcar até 40º. A chuva também deve demorar a cair. A especialista afirma que as condições climáticas na região mostram que até o próximo dia 21 não deve chover.

Cuidados
Pessoas com a pele mais clara precisam de mais proteção contra o sol. Especialistas contraindicam a exposição em locais ao ar livre entre as 11 e as 16 horas.
De acordo com a médica pediatra Andrea Zoccal, as crianças e os idosos são as que mais sofrem com o tempo tão seco. “A família deve ficar muito atenta a qualquer sinal de desidratação e oferecer sempre água. O recomendável para um adulto é tomar pelo menos dois litros por dia, seja na forma de sucos e frutas.”
Para amenizar os sintomas do tempo seco – ressecamento das mucosas, pele seca, gripe, reações alérgicas e tosse constante, o recomendável é usar protetor solar e roupas claras, evitar atividades físicas ao ar livre nos períodos mais quentes. lavar o nariz constantemente com soro fisiológico e usar o umidificador de ambientes à noite.
Para enfrentar a incidência de raios ultra-violetas é recomendável o uso de protetores de nível máximo de acordo com o tipo de pele. Quanto mais clara, maior deve ser o fator de proteção. O uso de bonés e sombrinhas também é recomendável para quem tiver que se expor ao sol durante longo período. Roupas claras também ajudam a melhorar a sensação térmica.

Victor Augusto
victor.augusto@diariodaregiao.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password