Jovem morre afogado, polícia investiga morte de mulher e incêndio em cela de presídio deixa detentos feridos

O setor policial está bastante agitado nesta noite, em Votuporanga. Neste momento, viaturas das polícias Civil e Militar, do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) atendem a diversas ocorrências pronto socorro da Santa Casa, onde, hán uma intensa movimentação policial. A reportagem do Votunews esteve no local e colheu informações de, pelo menos três graves ocorrências policiais.

Um incêndio dentro de uma cela da Penitenciária de Riolândia “João Batista de Santana” deixou três presos feridos, um deles em estado grave. Conforme informações, por volta das 16 horas, policiais de Votuporanga foram acionados para dar apoio a uma ocorrência dentro do presídio, onde, segundo consta, um preso teria ateado fogo dentro da cela onde estavam outros dois detentos.

O fogo rapidamente se alastrou dentro da cela e foi contido por agentes do presídio, porém, as chamas foram suficiente para provocar sérios ferimentos em um preso, deixando os outros dois também levemente feridos.

O detento Clemilo de Jesus, que cumpre pena por roubo e homicídio é suspeito de ter ateado fogo dentro da cela, deixando os outros dois presos, Alex Sandro Souza Costa e José Antonio Urbano, intoxicados pela fumaça. Os dois foram socorridos ao pronto socorro do hospital de Riolândia, onde permaneceram em observação médica, sendo liberados em seguida e reconduzidos ao presídio daquela cidade.

Já o suposto incendiário da cela, Clemildo de Jesus, teve cerca de 70% do seu corpo queimado, ficando em estado grave. A viatura de Unidade Avançada do SAMU foi até o presídio para socorrer a vítima e conduzí-la à Santa Casa de Votuporanga. A Força Tática da PM de Votuporanga (soldados Cramoliche, José e Rodrigo) fez a escolta até o hospital e permanece de sobre-aviso, já que o presidiário deverá ser transferido ainda nesta noite, ao hospital especializad em queimaduras, em Catanduva. A

A Polícia Civil está na Santa Casa buscando informações a respeito deste caso.

Afogamento

O trabalhador de um canteiro de obras de entreposto de uma usina em Valentim Gentil, morreu afogado agora no final da tarde na área de lazer, conhecida como Chopilândia. O encarregado de obras, Alan Alves Ribeiro, estava com amigos nadando na Chopilândia e, por motivos a serem apurados, teria se afogado, sendo imediatamente socorrido. Contudo, a caminho do atendimento médico, o jovem teria sofrido parada cardíaca, falecendo em seguida,

Neste momento, amigos e responsáveis pela empresa onde ele trabalhava está na Santa Casa para fazer a liberação do corpo para o sepultamento.

Morte suspeita

Ainda no início desta noite, uma mulher teria morrido de caussa ainda a ser apurada pela polícia. Segundo informações colhidas pela reportagem, a senhora M.R, de 53 anos, teria desaparecido da propriedade rural onde reside e uma área na estrada boiaideira, por volta das 15 horas.

Familiares então sairam à sua procura desde o seu desaparecimento, e já no final da tarde, por volta das 18h30, a senhora foi localizada dentro de um paiol, ela estava desacordada e com vários ferimentos na cabeça. Consta que ao lado do corpo da mulher estava um frasco de veneno, o que a polícia não descarta a hipótese de suicídio.

Mas o que chamou a atenção dos policiais teria sido os ferimentos na cabeça, orelha esquerda e no olho. A mulher chegou inconsciente na Santa Casa, os médicos imediatamente a socorreram, entubaram e tentaram reanimá-la. Mas faleceu por volta das 20h45. Familiares estão no hospital e à reportagem disseram achar estranho o fato dos ferimentos na cabeça de M.R.

Mais informações em instantes.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password