Votuporanga quer ser referência mundial em atenção à criança

Durante o lançamento ontem, às 16h, do projeto “Primeiríssima Infância” – os três primeiros anos são para sempre, as autoridades presentes no Centro de Convenções, inclusive o prefeito Junior Marão, ressaltaram que a intenção é transformar Votuporanga em referência mundial em atenção à criança.
A diretora do departamento de Educação Básica da Secretaria da Educação, Cultura e Turismo de Votuporanga, Luzia Aparecida Zirundi Figueira, disse que o desafio a partir de agora é envolver toda a comunidade neste projeto. Ela disse ainda que Votuporanga juntou vontade política e estrutura consolidada para melhorar os serviços prestados à criança.
Os primeiros passos do projeto em Votuporanga foram de capacitação dos envolvidos, implementação da brinquedoteca móvel e instalação de brinquedoteca em vários órgãos públicos. Luzia contou que a 2ª Semana do Bebê será na última semana de agosto.
Como retorno à sociedade, o projeto pretende formar capital humano, reduzir a pobreza e estimular o crescimento econômico.
O promotor José Vieira da Costa Neto, disse este projeto faz aumentar o seu orgulho de viver em Votuporanga. “Este é um trabalho que a gente não pode deixar nunca. Nós, do Ministério Público, podemos afirmar que as pessoas que nós atendemos teve algum problema em sua infância e a gente precisa acabar com a herança da delinquência, do crime, da pobreza e do uso de drogas. Vamos todos nos engajar neste trabalho”, falou.
A secretária de Educação, Cultura e Turismo, Eliane Baltazar Godói, disse que garantir uma primeira infância de qualidade é caminho para um mundo com desenvolvimento socioeconômico. “Precisa ser lição de casa da comunidade. Todos precisam saber que uma ação irresponsável contra uma criança deixa marcas para sempre. Temos que nos mobilizar e levar as informações e serviços à sociedade”.
Eliane destacou que em setembro, Votuporanga receberá a visita da neurocientista Ana Lúcia Campos.
Entre as ações que nasceram do “Primeiríssima Infância”, está o “Bibi, Fom Fom”, um ônibus que funciona como brinquedoteca, estrutura móvel elaborada por estudantes da Unifev.
O reitor da Unifev (Centro Universitário de Votuporanga), Marcelo Lourenço, destacou o papel da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal como formadora de profissionais que atuam com a primeira infância e falou também do envolvimento da Unifev. “A Unifev sempre se preocupou em formar profissionais preparados para atuar com a primeira infância. Foi assim quando foram criados os cursos da área de saúde, depois com os da Educação e agora com a implantação do curso de medicina”.
O prefeito Junior Marão disse que o envolvimento de toda sociedade é fundamental. “Este é um projeto fantástico, que está sendo difundido e tem alcançado grandes resultados em Votuporanga. até onde sei, a cidade com os melhores resultados. Sem dúvida, isto vai refletir no ser humano, numa cidade com menos violência e marginalidade”.
Marcela Silva, representante da Fundação Abrinq, o promotor Educardo Martins Boiati e o presidente da Fev (Fundação Educacional de Votuporanga), Nelson Thomé Seraphim Júnior, também prestigiaram o lançamento do projeto. (Leidiane Sabino – A Cidade)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password