Cidade mantém saldo positivo de geração de empregos

Município manteve a tendência positiva verificada desde o ano passado, quando registrou recorde histórico de mais de 2 mil vagas de emprego criadas

Os números de geração de emprego em Votuporanga relativos ao mês de janeiro de 2018 confirmaram a estabilidade econômica do município, uma vez que manteve a tendência positiva, com mais admissões do que demissões. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, foram contabilizadas 956 novas contratações contra 939 desligamentos, totalizando um saldo de 17 vagas ocupadas por trabalhadores com carteira assinada.

De acordo com o secretário do Desenvolvimento Econômico da Prefeitura, Flávio Piacenti Junior, os números do Caged também apontam para um reaquecimento no mercado da construção civil no município, que voltou a contratar, contribuindo para a positividade nos índices de janeiro. “São dados que nos trazem uma perspectiva otimista. Afinal, só no primeiro mês deste ano, o setor registrou um total de 109 admissões contra 78 desligamentos, gerando um saldo positivo de 31 vagas”, destacou.

 

Já a respeito do setor do comércio, o secretário afirmou que, em embora tenha sido registrada uma menor geração de empregos, esse é um fenômeno compreensível, que pode ser creditado ao final dos contratos de serviços temporários, normalmente firmados durante o período de vendas de final de ano.

 

 

Recorde histórico

 

Em 2017, Votuporanga foi a 13ª cidade do Brasil que mais gerou empregos, com mais de 2 mil novas vagas criadas em 2017, segundo o Ministério do Trabalho e Emprego. Esse foi o melhor desempenho da história em geração de empregos. “Os dados comprovam o potencial econômico da nossa querida Votuporanga. Ficamos em 13º lugar no ranking nacional, à frente de grandes cidades brasileiras”, afirmou o prefeito João Dado.

 

No ano passado, foram registradas 11.395 admissões contra 9.314 desligamentos, o que conferiu ao município o expressivo número de mais de 2 mil novas vagas com carteira assinada. Esse desempenho também colocou Votuporanga na 7ª posição no ranking dentre os 645 municípios do Estado, com variação superando as maiores cidades paulistas, inclusive a capital.

 

Já o cenário nacional foi totalmente diferente da realidade registrada em Votuporanga. Na maioria absoluta dos municípios brasileiros, as demissões superaram as contratações em 328.539 vagas, desempenho que fez o país fechar o ano com um déficit de 20.832 empregos.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password