Votuporanga lança programa de incentivo para qualificação profissional p

Qualificar a mão de obra da cidade, em especial os jovens, é a meta do Picap (Programa de Incentivo à Capacitação Profissional). O projeto foi lançado ontem pela manhã, no Espaço Empresarial, pela Prefeitura de Votuporanga, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.
Estavam presentes na cerimônia o prefeito Junior Marão; o presidente do Poder Legislativo, Eliezer Casali; o deputado federal João Dado; o secretário de Desenvolvimento Econômico,  Diogo Vicentini; e o diretor de Relação e Fomento no Desenvolvimento Econômico do município, Ricardo Zaccarelli.
Zaccarelli foi um dos responsáveis pelo programa, que visa apresentar para os jovens as oportunidades de cursos disponíveis na cidade.  Ele explicou que o foco é os alunos do Ensino Médio. “Votuporanga vem de um desenvolvimento econômico grande. Recebemos empreendimentos e temos que ofertar mão de obra qualificada”, afirmou o diretor.

O programa
Zacarelli disse ainda que serão realizadas palestras para estudantes de 1 a 3 de abril, na Concha Acústica. “Nestas atividades, iremos mostrar a importância do primeiro emprego e o comprometimento com o trabalho”, destacou.
Cada dia do programa contará com a presença de 300 a 400 alunos. Paralelamente, embaixo da Escola das Artes, ocorrerá Feira de Profissões. 
Também serão realizadas visitas em indústrias e comércio, fomentando e instigando os jovens para o emprego.
Por sua vez, o prefeito ressaltou que há um ano, conversou com Ricardo Zaccarelli e Diogo Vicentini, que já demonstraram preocupação com o momento de Votuporanga. “A cidade está com dificuldades de contratações, por falta de mão de obra qualificada. Um dos nossos medos era com relação à vinda do shopping, que gerará mais de 1.000 postos de trabalho. Se hoje estamos com problemas na admissão, imagina com o centro de compras. Tivemos a ideia de montar um projeto para ressaltar a importância da capacitação dos jovens. O objetivo é apresentar o que o município tem em educação”, contou.

O número
Votuporanga possui 136 cursos profissionalizantes gratuitos, quantidade que impressionou as lideranças. “O programa abrirá portas para as pessoas que querem se capacitar. Tem muita oferta de qualificação, mas falta conhecimento da população de que há essas possibilidades”, comentou Eliezer Casali.  
Para o deputado João Dado, o Picap reforça Votuporanga como capital da educação. “O maior serviço do Estado para o cidadão é educá-lo e qualificá-lo. Através da educação, é que terá futuro”, frisou.

Carência
Para o secretário Diogo, existe uma carência de mão de obra nos setores comércio, indústria e serviços.   Andressa Aoki

andressa@acidadevotuporanga.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password