Votuporanga em Ação: oportunidade de trabalho

Mais de 100 votuporanguenses começaram a atuar nos diversos segmentos da cidade desde o começo do ano

Danieli Fernanda França, de 28 anos, está radiante. Na segunda-feira (3/8), começou uma nova etapa: o primeiro trabalho. Danieli trabalha no Museu “Edward Coruripe Costa”. A oportunidade surgiu graças ao Programa Votuporanga em Ação, da Prefeitura, que oferece bolsa auxílio-desemprego para os participantes que prestam serviços gerais em prédios públicos.

A jovem reconhece a chance. “A crise chegou e qualquer oportunidade temos que agarrar. Quero aproveitar o “Votuporanga em Ação” para crescer.  Tenho um filho de um ano e sou sozinha. Precisava de um emprego”, disse.

Para Elaine Antônia de Carvalho, de 33 anos, a palavra de ordem é recomeço. Elaine está há quatro meses desempregada juntamente com o marido. Mãe de duas meninas de 12 anos e 8 anos, ela e sua família foram despejados por falta de pagamento de aluguel. “Foram meses de muita dificuldade, mas agora é recomeço”, afirmou.

Danieli e Elaine se unem a mais seis pessoas que irão começar a trabalhar neste mês, por meio do programa. Neste ano, 143 votuporanguenses conquistaram um emprego dentro da administração municipal.

A coordenadora do Votuporanga em Ação, Andreia Datorre, explicou que mais de 500 pessoas procuraram a Secretaria Municipal de Assistência Social para fazer inscrição para o programa. “Selecionamos de acordo com o nível de vulnerabilidade social”,contou.

Andreia ficou surpresa com o nível de qualificação dos candidatos. “Muitos eram formados, lutando para ter um emprego. Houve um número maior de homens, que totalizaram 95 neste ano”, disse. Ela afirmou que a convocação vem de acordo com a demanda. “Em outubro é quando chamamos maior quantidade de pessoas, quando o contrato de um ano é finalizado, sem prorrogações”, destacou.

A secretária de Assistência Social, Marli Pignatari, ressalta a importância do “Votuporanga em Ação”. “O projeto ajuda na inserção no mercado de trabalho e também é uma ação social que beneficia centenas de pessoas todos os anos, já que elas recebem bolsa auxílio-desemprego e cesta básica”, enfatizou.

Maria Ligia Soares Silva, de 38 anos, tem a oportunidade de voltar para o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Norte. Ela teve o contrato encerrado em fevereiro e, graças ao bom desempenho, retorna para a unidade na segunda-feira. “Eu acho muito importante este projeto, porque para quem está desempregado, ajuda muito”, disse.

Rita de Cássia Tavares da Rocha, de 52 anos, está há mais de quatro anos desempregada. Rita já foi contemplada com o programa há três anos e atuou na Prefeitura. Agora, irá cuidar da Escola de Artes. “Peço a Deus para que dê certo, estou muito necessitada”, afirmou.

O Programa

O Votuporanga em Ação é um programa municipal, criado em 2001, que oferece bolsa auxílio-desemprego pelo prazo de 180 dias, no valor de um salário mínimo, além de uma cesta básica, a pessoas com idade entre 22 e 65 anos de idade e desempregadas por seis meses ou mais. O contrato pode ser renovado. Os contratados ainda têm que residir no município nos últimos dois anos; não receber outra renda como, por exemplo, benefício, aposentadoria, seguro desemprego, pensão; e ter renda familiar de até meio salário mínimo por pessoa. Além disso, apenas uma pessoa da família pode ser beneficiada.

A iniciativa já beneficiou 2.800 pessoas desde a sua criação.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password