Votuporanga é certificada pela 9ª vez e sobe 15 posições no Município Verde Azul

Conquista foi comemorada visto que Votuporanga figura no seleto grupo de 69 cidades que receberam a certificação, de 645 municípios paulistas.

Pela nona vez consecutiva, Votuporanga conquistou a certificação no Ranking Ambiental Paulista 2018 do Programa Município Verde Azul (PMVA). Da 45ª posição ocupada no ano passado, Votuporanga subiu para 30ª, entre as 69 cidades certificadas. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (20/12), em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, com a presença do governador Marcio França, do secretário estadual de Meio Ambiente, Eduardo Trani, e do Coordenador do PMVA, José Walter Figueiredo Silva.

A conquista foi comemorada visto que Votuporanga conseguiu subir 15 posições no ranking deste ano e figura no seleto grupo de cidades premiadas por desenvolverem boas práticas ambientais gerenciadas pela Administração Municipal.

A notícia foi recebida com alegria pela Saev Ambiental que cuidou da produção de todo o projeto. “Investimos em planejamento e em novas ações ambientais que nos proporcionaram a melhora da classificação deste ano”, explicou o superintendente da Autarquia, Waldecy Bortoloti.

O superintendente adjunto, eng. Marcelo Marin Zeitune, também destaca o fato de Votuporanga contar com equipe capacitada e empenhada em fazer uma Gestão Ambiental responsável e eficiente. “Um fator importante é que a interlocutora, responsável pelo Programa em Votuporanga, foi uma servidora concursada que poderá garantir a continuidade das ações”.

Representando a Autarquia acompanharam o anúncio o chefe do Departamento de Meio Ambiente, Otaniel Richard de Oliveira da Silva; chefe do Setor de Diagnósticos e Projetos Ambientais e interlocutora do PMVA, a bióloga Elizabeth Rodrigues Dias do Prado, e a chefe da Divisão de Licenciamento Ambiental, engenheira agrônoma Vanda Aparecida Bazzo. Representando o Poder Legislativo, o vereador Prof. Antônio Alberto Casali.

Entre os fatores que contribuíram para a conquista do prêmio, estão os Ecotudos instalados em três pontos da cidade, 100% de abastecimento de água e esgoto tratado e o gerenciamento dos resíduos sólidos com a Coleta Seletiva. Além disso, Votuporanga desenvolve diversas atividades de educação ambiental, projetos sustentáveis na área de preservação de nascentes e na arborização urbana.

 

Ecotudo

O espaço gratuito criado em parceria com a Prefeitura, em 2010, para o recebimento de entulhos e resíduos domiciliares. De janeiro até agora, os três Ecotudos recebem 7 mil toneladas de lixo e outros materiais inservíveis por ano, entre os materiais estão resíduos como recicláveis, eletrônicos, eletrodomésticos, móveis, colchões, restos de madeiras (tábuas, portas), eletrodomésticos, além de entulhos e restos de jardinagem e galhos de podas das árvores.

A parceria da Administração Municipal com a Superintendência disponibiliza três pontos para atender das 8h às 20h, de segunda à segunda, a toda a população: o Ecotudo Sul, localizado na Avenida Conde Francisco Matarazzo, no Palmeiras I; Ecotudo Norte, que fica na Av. Sete, nº 2440, no Distrito Industrial I e o Ecotudo Oeste, no alto da vicinal Nelson Bolotário.

 

Coleta seletiva de recicláveis

Em 2018, a coleta seletiva, realizada pela Coopervinte, recolheu 105 toneladas por mês. O caminhão da coleta seletiva percorre a cidade uma vez por semana e é dividida em setores: de segunda a sexta. Em Simonsen, a coleta acontece semanalmente, às terças, e na Vila Carvalho, quinzenalmente, às quartas.

 

Arborização Urbana e Reflorestamento

Entre 2017 e 2018, Votuporanga ganhou 27,6 mil novas árvores na região urbana. Destaque para o Disque Árvore, serviço gratuito de plantio de mudas em calçadas para a população, que desde 2017, quando foi criado, plantou 1.345 novas mudas. Além disso, a autarquia também realiza projetos de reflorestamento e recuperação de Áreas de Proteção Permanentes (APPs). Todos os números de arborização podem ser vistos no Placar da Árvore, no site www.saev.com.br.

 

Educação Ambiental

Votuporanga conta com o Projeto Maritaca, parceria com a Secretaria Municipal de Educação, que aborda questões ambientais na educação infantil e fundamental em toda rede municipal de ensino. Criado em 2003, o projeto já contribuiu no plantio de mais de 37 mil árvores na cidade.

Desde 2013, temos o Programa Municipal de Educação Ambiental – PMEA, que se consolidou como uma ferramenta de planejamento das ações de educação ambiental a serem desenvolvidas no município em todos os níveis e modalidades do processo educativo.

 

Programa Município Verde Azul

O Selo Município Verde Azul tem como objetivo medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental com a descentralização e valorização da agenda ambiental nos municípios. A participação no programa também é um dos critérios de avaliação para a liberação de recursos do Fundo Estadual de Controle da Poluição (Fecop).

0 Comentários

Deixe um Comentário

6 + 19 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password