Votuporanga apresenta saldo negativo de emprego

O Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgou ontem os dados do Ministério do Trabalho. Os números nãosão animadores para Votuporanga. O mês de setembro fechou com saldo negativo de -106.

O setor que mais demitiu foi o de serviços, que deu baixa na carteira assinada de -51. Já o comércio afastou 31 pessoas do trabalho. A construção civil também teve baixa de -29.
O segmento que fechou o mês positivo foi a indústria de transformação, que contratou 14 funcionários.
Votuporanga X Brasil
Votuporanga está na contramão dos dados do país. A oferta de vagas no mês passado ficou 40% acima das 150.334 postos abertos em igual mês do ano passado, também considerando os números sem ajustes.
Em agosto, haviam sido criados 127.648 postos com carteira assinada, na série sem ajustes. O dado ajustado para agosto aponta número maior, de 141.906 novas vagas naquele mês.
Entre os Estados, os destaques foram: São Paulo com 45.275 postos (0,35%), maior saldo dos últimos três anos; Pernambuco com 29.988 (2,29%), maior saldo dos últimos três anos, Alagoas com 16.285 (4,99%), Paraná com 15.925 (0,60%), o segundo maior saldo para o período e Rio de Janeiro com 15.653 postos (0,41%).
Os que mostraram desempenho recorde para o período foram Pará com 7.317 postos (0,97%) e Paraíba com 6.618 postos (1,74%).
O único Estado que não registrou aumento no emprego foi Rondônia (-72 postos ou -0,03%).
No ano
Se os dados locais foram comparados no ano, o saldo é de 774. Quem puxa a economia é a indústria de transformação, que gerou 503 empregos, seguido de serviços, com 389.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password