Votuporanga apresenta redução de crimes em 2015

Cidade registra diminuição em praticamente todas as modalidades criminosas; até maio, foram 122 furtos e 40 assaltos a menos

Mudanças recentes na segurança pública de Votuporanga começam a apresentar resultados positivos e extremamente surpreendentes em 2015.

Segundo dados divulgados ontem pelo Governo do Estado, a cidade apresenta queda em praticamente todas as modalidades criminosas, destacando-se a diminuição de furtos e mais ainda, de roubos, que reduziu mais que a metade. Por outro lado, a polícia está prendendo mais e recuperando veículos subtraídos quase que na mesma proporção de que os crimes acontecem.

 

O panorama positivo em Votuporanga foi divulgado pelo balanço mensal das ocorrências policiais, da Secretaria de Segurança Pública. Por meio de dados estatísticos, aponta o número de crimes e também a chamada “produtividade policial”, que revela os resultados do trabalho da Polícia Militar e da Polícia Civil no município. Ontem foram divulgados números respectivos ao mês de maio de 2015, que junto com os outros quatro meses do ano, apresentaram redução em praticamente tudo, comparado ao mesmo período do ano passado.

 

A começar pelos roubos ou assaltos. No início de 2014, a cidade ficou apavorada por uma onda de crimes que teve como alvos pedestres, farmácias e outros estabelecimentos comerciais. Foram 73 casos registrados. Já em 2015, esses números caíram mais que a metade. Foram 30 casos em 2015, ou seja, 43 crimes do tipo a menos.

 

Os furtos em geral, tipo de crimes mais comum e de maior incidência no município também apresentou queda expressiva. De 585 delitos no ano passado, foram 463 votuporanguenses furtados no ano atual, uma redução de 122 casos. Crimes mais graves como homicídios ficaram empatados, com apenas dois casos.

 

Nos crimes classificados como lesão corporal dolosa (quando há a intenção de ferir), que geralmente ocorrem em brigas, as chamadas “desinteli-gências”, a diminuição foi de 239 para 194. Situações de estupros caíram de 16 para 12.

 

Outro item que apresentou diminuição do número de casos corresponde aos furtos de veículos, foram 15 a menos (de 79 para 64).

 

Produtividade policial

A queda nos crimes vai de encontro à melhora no desempenho das polícias da cidade. É o que aponta o item “produtividade policial” do balanço, que mostra as ocorrências com finais positivos e que medem o trabalho do patrulhamento ostensivo e investigativo. Se em 2015 o número de veículos furtados foi de 64, o de recuperados foi de 54 (o que significa que 84,3% voltaram aos verdadeiros proprietários). Também aumentaram os boletins de ocorrência de flagrantes em tráficos de drogas em nove casos. Foram 64 em cinco meses de 2015.

 

O número de pessoas presas por mandado e em flagrante também disparou. Foram 245 contra 211 em 2014, 44 a mais no xilindró. (Confira no quadro outros dados)

 

Ações

E são várias as ações que envolvem a Polícia Militar e a Polícia Civil, no período de aproximadamente um ano, que indicam colaboração direta com a redução da criminalidade no município. Pelos lados da PM, houve a implantação da Dejem (Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar) em abril do ano passado, que permite aos policiais militares trabalharem voluntariamente em suas folgas, com direito a uma remuneração adicional, mantida pelo Estado.

E também a Atividade Delegada, firmada por meio de um convênio da PM com prefeitura de Votuporanga, que teve início no dia 28 de agosto. A parceria firmada tem duração de um ano, podem ser prorrogado por até cinco anos. Dejem e AD colocam nas ruas, por turno, de seis a oito policiais a mais por dia, aumentando consequentemente o policiamento preventivo, abordagens, e prevenção de crimes.

Além disso, a Terceira Companhia da PM de Votuporanga também deixou de ter a obrigação com escoltas de presos para Riolândia, por exemplo, fator que liberou mais policiais para atuar nas ruas. Outro fator que pode ter colaborado teve início em janeiro do ano passado. Um programa de metas e bonificação para as polícias do estado de São Paulo, voltado para a redução dos principais indicadores de criminalidade, passou a oferecer um acréscimo no salário para cada policial.

Com relação à Polícia Civil, foram 99 inquéritos policiais a mais instaurados no período. Com relação aos furtos de veículos e apreensões, as “Operações Desmanche” têm fechado empresas clandestinas e combatido o comércio ilegal de peças, motos e carros.

Jociano Garofolo

garofolo@acidadevotuporanga.com.br

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password