Vítima de acidente na Euclides da Cunha afirma que problemas na pista provocaram capotamento


Um acidente registrado no final de semana coloca em dúvida a situação da Euclides da Cunha depois da duplicação.Uma saliência no quilometro 506+200 metros, no sentido Votuporanga/São José do Rio Preto teria feito com que a motorista Kátia Cristina Mauro, 39, perdesse o controle da direção e despencasse pelo barranco.

A vítima alega ainda que a falta de guard rail teria impedido que o veículo caísse no canteiro central da rodovia e evitaria a perda total do veiculo que ficou totalmente destruído.

Kátia havia completado 39 anos no dia do acidente e estava em companhia da tia Wilma Mauro, 78, e sua prima Daniele dos Santos Gabriel, 28. Todas foram atendidas na Santa Casa de Votuporanga e liberadas em seguida.

A vítima vai acionar o DER (Departamento de Estrada de Rodagem) para que arque com os prejuízos já que não teria havido fiscalização correta após a duplicação da Euclides da Cunha.

Da Redação

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password