Crimes bárbaros chocam a população de Votuporanga

O ano de 2012 está sendo um dos mais violentos em Votuporanga nos últimos tempos. A cidade registrou, até a data de ontem, 11 homicídios, superando a marca dos anos anteriores, faltando ainda três meses para o final. nessa sequência de tragédias, o mês de setembro está sendo o mais violento. Apenas na última semana, ocorreram dois assassinatos e duas tentativas de homicídio foram evitadas graças a ação da Polícia Militar.
Impressiona que dos 11 homicídios, sete deles foram cometidos com o uso de arma branca, ou seja, com facas e outros tipos de objetos cortantes. Os demais, quatro casos, foram consumados com disparos de arma de fogo.
Na última semana, dois crimes foram manchetes e deixaram a população impressionada com a brutalidade e a banalidade dos casos. No primeiro dele, na madrugada do último domingo, dia 16, Marcos Gustavo da Silva Costa, 21 anos, o transexual conhecido como “Vitória”. foi morto e teve o corpo mutilado por dois homens.
Os suspeitos confessaram o crime e um deles afirmou à políciaque foi quem cortou o pênis da vítima, e ainda decepou a orelha esquerda, que foi levada do local do crime e encontrada dois dias depois, por investigadores da DIG, descartada dentro de um bueiro no bairro Pozzobon. O motivo seria um desacordo no preço do valor do programa e segundo os suspeitos, um suposto deboche da vítima com os dois homens.
Na terça-feira, mesmo dia em que os dois homens foram presos e encaminhados à DIG, mais um crime foi registrado, no bairro São Cosme, após uma briga entre vizinhas. Maria Luiza Cabral de Souza, de 51 anos, foi esfaqueada várias vezes dentro da casa onde morava, na rua Deoclécio Lasso. A principal suspeita, presa horas depois pela PM, é uma mulher de 41 anos, residente na casa ao lado.
Após uma sequência de discussões entre vítima e autora, segundo familiares, motivadas por fofocas, o crime foi consumado. A suspeita se desfez da faca utilizada no crime, mas a investigação da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) e o trabalho do Corpo de Bombeiros, na última quinta-feira, conseguiu localizar a arma, imersa nas águas do córrego Marinheirinho.
Também nesse mês, no dia 10, a jovem Bianca Patrícia Santos Sampaio, de 21 anos, que trabalhava como atendente numa loja de salgados na rua Amazonas, foi morta com facadas aplicadas pelo companheiro, dentro da residência onde moravam, na avenida Francisco Vilar Horta.
O jovem Isaias do Santos, de 19 anos, suspeito de ter matado Bianca, afirmou que o casal estava passando por uma fase de brigas, e que acabou cometendo o crime após uma discussão envolvendo problemas financeiros. Todos esses três casos tiveram os autores identificados e presos pela polícia. (Jociano Garofolo – A Cidade)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password