Vigilante é morto ao tentar evitar que filho fosse baleado

Um vigilante de 53 anos, identificado como Vandineudo Rodrigues Pereira, foi assassinado com um tiro na cabeça ao tentar proteger o filho, um auxiliar de serviços gerais de 29 anos, no bairro Chácaras TV, em Araçatuba (SP). A vítima teria tentado desarmar o autor do crime durante uma confusão envolvendo o auxiliar, o cunhado dele e outras pessoas.

Segundo boletim de ocorrência, o auxiliar se desentendeu com a esposa, de 25 anos, em casa. Após a briga, a mulher e a filha do casal foram levadas pela mãe e o irmão até a casa da família, que fica em uma área de chácaras da cidade. Durante a discussão, o cunhado teria ameaçado o auxiliar de morte.

Revoltado, o auxiliar chamou um irmão e o pai para ir até a chácara. Eles estariam armados com facas, segundo o registro policial. Ao chegar na propriedade, os três foram recebidos pelo irmão da mulher e um vizinho, que estava armado. Este homem chegou a efetuar um disparo no chão durante a briga. O vigilante decidiu, então, tentar desarmá-lo para evitar que o filho fosse baleado e acabou sendo atingido na cabeça por um tiro. O homem morreu no local.

O autor do crime conseguiu fugir e ainda não foi encontrado. A arma usada no crime, de calibre 38, também não foi localizada. A área foi preservada para o trabalho da perícia e o corpo de Vandineudo foi levado para o IML (Instituto Médico Legal), onde passaria por exame necroscópico. O caso segue sob investigação.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password