Vigia do Residencial Palestra é assassinado com cinco tiros

Capacete de Agnaldo: vigia foi assassinado durante o trabalho

Um vigia de 39 anos foi morto com cinco tiros na tarde desta quarta-feira, dia 17, enquanto fazia patrulhamento no Residencial Palestra, em Rio Preto. O crime ocorreu na esquina entre as ruas Juraci Benvindo e Otacílio Alves de Lima.

De acordo com testemunhas, a vítima foi surpreendida quando parou para almoçar. Agnaldo Mariano dos Santos trabalhava havia um mês no bairro.

Segundo informações dos vizinhos, Arnaldo foi surpreendido por três homens que chegaram de carro. Um deles disparou os tiros. As balas atingiram tórax, cabeça e ombro.

“Ouvi primeiro darem três tiros. Um silêncio e mais dois disparos. Fiquei assustado, porque isto nunca tinha acontecido aqui”, afirma um morador do bairro que não quis ser identificado.

A Polícia Militar vê indícios de execução no assassinato do vigia e está em busca de imagens das câmeras das residências mais próximas para checar se o assassinato foi filmado.

O vigia faz parte de grupo de quatro guardas particulares, contratados desde janeiro para evitar arrombamentos e furtos em residências. Dois companheiros de trabalho dele estiveram no local do crime, mas, por medo, pediram para os nomes não serem revelados.

“O Agnaldo fazia o turno das 8h as 18h. Era um cara tranquilo. Pelo que sei, não tinha inimigos. Não tenho ideia do que possa ter acontecido”, diz o vigia.

O corpo de Agnaldo foi levado para o IML de Rio Preto para analise da causa da morte. O delegado de plantão na Central de Flagrantes, Marcelo Goulart, esteve no local para colher depoimentos, mas o caso será repassado para a DIG, que investiga crimes de autoria desconhecida.

Marco Antonio dos Santos – diarioweb.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password