Vereador Rodrigo Beleza pede projeto mais eficaz no combate a proliferação de escorpiões em Votuporanga

Durante o seu pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal na noite desta segunda-feira, dia 5, o vereador Rodrigo Beleza alertou as autoridades da saúde do município sobre a proliferação de animais peçonhentos, principalmente escorpiões nos últimos meses em Votuporanga.

Diante disso, o vereador pediu à Secretaria Municipal de Saúde um projeto mais eficaz e rápido para combater a proliferação de animais peçonhentos, principalmente o escorpião.

Rodrigo explicou que foi procurado por moradores preocupados com o alto índice de ataques de escorpiões em Votuporanga – números apontados pela Secretaria Municipal de Saúde revelam que, ao menos duas pessoas são picadas por animais peçonhentos na cidade diariamente.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, no total 461 pessoas foram atacadas por animais peçonhentos e os ataques de escorpiões estão no topo desses índices, com 428 registros.

Em seguida, 21 pessoas atacadas por abelhas e dez acidentes domésticos por abelhas. Os ataques por cobra registram apenas dois casos em Votuporanga até o momento.

O calor e a umidade são fatores importantes que propiciam as condições ambientais favoráveis para a reprodução de escorpiões.
A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Setor de Controle de Endemias e Zoonoses realiza ações de prevenção periodicamente.

Contudo, o vereador Rodrigo pediu que novas ações de combate sejam implementadas e também pediu a colaboração da população.

Manter os quintais e casas limpos e sem entulhos continua sendo a melhor maneira de evitar o aparecimento desses animais peçonhentos.
As temperaturas elevadas do verão e as chuvas fazem com que os escorpiões saiam de seu esconderijo e sigam para o meio das pessoas.

NÚMEROS:
Segundo o Ministério da Saúde, os ataques de escorpiões cresceram quase 800% desde 2000, principalmente na região Sudeste.
O estudo já identificou que a região de São José do Rio Preto é que mais registrou acidentes nos últimos dez anos em todo o estado de São Paulo.

“Assim, os moradores devem permanecer atentos e realizar a busca ativa para evitar o surgimento de escorpiões, tais como, não acumular matéria orgânica (folhas, frutos e fezes de animais) e entulhos (telhas, tijolos, madeiras e restos de construção) nos quintais e terrenos; rebocar os muros; tapar as frestas das portas e os ralos durante a noite; verificar roupas, sapatos, móveis e artigos de cama, mesa e banho antes de utilizá-los”, orientou o vereador Rodrigo.

0 Comentários

Deixe um Comentário

18 − 2 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password