Vereador Emerson Pereira cobra melhorias na saúde pública de Votuporanga

Pedido do vereador foi feito após a morte de Everton Francisco das Dores, de 31 anos, no último dia 17, após passar por atendimento médico no UPA e na Santa Casa de Votuporanga.

O vereador Emerson Pereira pediu melhorias na saúde pública de Votuporanga, durante seu pronunciamento na Tribuna da sessão ordinária realizada na Câmara Municipal na última segunda-feira (19). O pedido do vereador foi feito após a morte de Everton Francisco das Dores, de 31 anos, no último final de semana. Antes de falecer, a vítima passou por atendimento no UPA e na Santa Casa. De acordo com Emerson, será feita uma reunião amanhã (22), entre vereadores e a comissão de saúde da Santa Casa, para averiguar o ocorrido.

O vereador Emerson Pereira destacou que é inaceitável que o paciente busque atendimento médico no UPA e saia de lá com seu problema não resolvido. “Quem paga plano de saúde, não tem do que reclamar. Mas quem usa o Sistema Único de Saúde (SUS), sofre mais. A Câmara precisa intervir neste caso”, disse.

Everton Francisco das Dores

Emerson achou importante comentar sobre a morte do rapaz de 31 anos de idade, no último dia 17. Segundo o vereador, Everton jogava bola quando caiu e machucou o tendão do dedo da mão direita. Ao buscar atendimento médico no UPA, o rapaz recebeu medicamentos para dor e foi liberado. Como a dor não passava, a vítima ficou retornando ao UPA, aproximadamente, por uma semana, até que conseguiu internação na Santa Casa após seus familiares suplicarem por atendimento médico naquele Hospital. Everton permaneceu internado por duas semanas até vir a óbito. “É inadmissível um jovem se machucar em uma partida de futebol e, em seguida, vir a óbito”, reclamou o vereador.

Na oportunidade, Emerson comentou sobre a sua expulsão da Secretaria de Direitos Humanos. “Fui expulso pelo Prefeito João Dado após defender uma família carente, que na época precisava de atendimento médico nesta cidade. Teve que morrer mais um para que eu retornasse nesta Tribuna e me queixasse da saúde pública do nosso município. As pessoas carentes devem ser tratadas com mais humanização”, pediu ele.

Mini Hospital “Fortunata Germano Pozzobon”

Ao fim de seu discurso, o vereador fez um apelo para que a Administração Municipal tome urgentes providências na área da saúde pública do município. “Recentemente procurei atendimento médico no Mini Hospital do Pozzobon. Uma médica plantonista, inexperiente, me receitou um medicamento, mas quatro dias depois os sintomas persistiam. Me direcionei ao Consultório Municipal do bairro São João e o médico Dr. Fábio me disse que tal medicamento não servia para o que eu estava sentindo. Tenho como comprovar o que estou falando”, afirmou.

Para ele, a cidade de Votuporanga possui bons gestores e, dessa forma, merece dar atendimento médico de qualidade para a população.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password