Vereador Emerson pede brinquedos e academias adaptadas para pessoas com deficiência

Segundo o vereador, Votuporanga não tem opções de lazer.

O vereador Emerson Pereira pediu ao Poder Executivo, a instalação de brinquedos com acessibilidade para crianças portadoras de necessidades especiais junto aos playgrounds já instalados no município, e academias à céu aberto para os portadores de deficiência. Segundo o vereador é necessário cumprir a Constituição Federal, o Estatuto da Criança e do Adolescente e a Lei n° 7.853, de 1989, que estabelece que toda criança portadora de deficiência deve conviver com dignidade, respeito, tendo direito ao lazer, cultura, e liberdade com seus familiares e na comunidade onde vive.

A deficiência é considerada a soma das barreiras físicas ou econômicas e sociais impostas pelo ambiente, ou seja, as limitações de uma pessoa dependem do meio que ela vive, e a sociedade precisa compreender, se adaptar e se preparar para acolher as diferenças e aprender com elas e contribuir para a formação de uma sociedade inclusiva, e tornar nossa sociedade mais justa, solidária, receptiva e preparada para colher e compreender as diferenças. Segundo o vereador, o Parque da Cultura é um lugar de muita procura pelas famílias aos finais de semana.

“Em Votuporanga não tem esse tipo de serviço. Vamos dar oportunidades para as famílias se exercitarem também aos finais de semana. Já temos várias instituições que cuidam de crianças com deficiência como a APAE, Recanto da Tia Marlene e o IDAV”, disse.

Enquanto secretário de Direitos Humanos, Emerson levantou que a maior dificuldade dos deficientes é o lazer em Votuporanga. “Na maioria das vezes, a população recorres às cidades vizinhas como Valentim Gentil, Pontes Gestal, Cosmorama, Álvares Florence, em busca de lazer”, afirmou.

Hino Nacional

A segunda indicação feita pelo vereador Emerson Pereira é para que o Poder Executivo, através da Secretaria Municipal de Educação, cumpra a Lei Federal n° 12.031, de 21 de setembro de 2009, que determina a obrigatoriedade da execução do Hino Nacional uma vez por semana nas escolas de ensino fundamental. Para ele, a demonstração de civismo deve ser estimulada desde a infância, visando assim, que as crianças tenham respeito à Pátria e possam ser cidadãos dignos dentro do contexto social que vivenciamos.

“Parte meu coração ao ver que as crianças não sabem cantar corretamente o Hino de Votuporanga e o Hino Nacional. Para mim, tal ato é de suma importância e muito necessário para que as crianças possam ter uma melhor sabedoria no dia de amanhã”, ressaltou.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password